Caixa bate recorde e financia mais de R$ 140 bilhões em crédito imobiliário em 2021

Presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, apresentou resultados nesta quarta-feira (19)

Escrito por Lívia Carvalho, livia.carvalho@svm.com.br

Negócios
Legenda: Resultado do crédito imobiliário foi superior aos últimos quatro anos
Foto: Fabiane de Paula/SVM

As condições favoráveis para compra de imóveis fizeram a Caixa Econômica Federal bater recorde no montante financiado em 2021. Entre janeiro e dezembro do ano passado, foram destinados R$ 140,6 bilhões em crédito imobiliário com mais de 616 mil unidades financiadas em todo o País.  

As informações foram divulgadas pelo presidente da Caixa, Pedro Guimarães, em transmissão ao vivo nesta quarta-feira (19).  

De acordo com Guimarães, o resultado de 2021 superou em 21% o montante financiado em 2020. Por sua vez, quando comparado com o ano de 2019, o crescimento foi de 56,1%.  

"Este resultado vem por um balanço muito sólido, é muito importante mostrar a força e a consequência de um balanço sólido, isso significa mais crédito imobiliário, mais emprego e mais acesso à casa própria". 
Pedro Guimarães
presidente da Caixa

Com relação aos financiamentos realizados na modalidade SBPE (Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo), o crescimento de 2020 para 2021 ficou em mais de 54%. Ao longo do ano passado, foram contratados R$ 82,8 bilhões com recursos provenientes, principalmente, dos depósitos feitos nas cadernetas de poupança e do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). 

Crescimento de 10% em 2022 

Na transmissão, Guimarães também adiantou que a perspectiva é de que o resultado de 2022 seja 10% maior que o obtido no ano passado e garantiu que o aumento da taxa de juros não deve impactar.  

O Comitê de Política Monetária (Copom) elevou a Selic, taxa básica, para 9,25% no último mês de dezembro e a projeção do Boletim Focus, divulgado na segunda-feira (17), é de que fique em 11,75% no final deste ano.  

 “Já começamos janeiro com recorde histórico. Nós sabemos fazer e temos o balanço mais sólido de todos os tempos. Mesmo com o aumento da Selic, nós já temos esse aumento da taxa de juros precificado, por isso, não esperamos ter novos aumentos da taxa de juros do banco”, garantiu Guimarães.  

Casa Verde e Amarela 

Conforme o presidente, a Caixa também se destacou na contratação de crédito imobiliário do Programa Casa Verde e Amarela. Somente em dezembro, foram financiados R$ 6,79 bilhões na linha de financiamento, o melhor resultado do ano.  

Além disso, os dados da Caixa mostram que R$ 57,8 bilhões de recursos foram aplicados no programa em 2021, com participação de quase 100% no total de contratações pelo Casa Verde e Amarela.  

“A Caixa nunca esteve tão presente no segmento de menor renda, crescemos no segmento de classe média de renda e no segmento de menor renda.  Basicamente todas as operações do programa Casa Verde e Amarela foram realizadas pela Caixa”, afirma o presidente. 

Balanço  

O presidente também apresentou o balanço dos últimos três anos, que soma R$ 346,8 bilhões contratados em crédito imobiliário desde 2019, com quase dois milhões de imóveis financiados.  

Além disso, o aporte proporcionou da geração de 2,45 milhões de vagas de empregos diretos e indiretos no setor da construção civil.