Brasileiro trabalha quase cinco meses do ano só para pagar imposto, aponta pesquisa

O Brasil está entre os 10 países com mais dias trabalhados para pagar impostos

Pessoa segura notas fiscais
Legenda: Levantamento aponta que, este ano, 40,82% do salário é destinado ao pagamento de tributos
Foto: Marcello Casal Jr / Agência Brasil

O trabalhador brasileiro que possui rendimento médio (R$ 2.543) precisará trabalhar 149 dias para pagar todos os impostos (federais, estaduais e municipais) sobre o consumo no Brasil, segundo o Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT). 

Os tributos, conforme o levantamento, detêm fatia de 40,82% dos rendimentos dessa população. De acordo com o presidente executivo do IBPT, João Eloi Olenike, desde 1986, é possível notar uma evolução na quantidade de dias trabalhados para o pagamento de impostos.

Média de dias trabalhados para pagar impostos, por década, no Brasil:

  • 1990: 109
  • 2000: 121
  • 2010: 148
  • 2020: 151

“Apesar de termos diminuído em dois dias, em virtude da pandemia e a retração econômica causada em razão dessa, o brasileiro ainda trabalha muitos dias do ano só para pagar tributos sobre a renda, o patrimônio e consumo”, avalia. Em 2020, eram necessários 151 dias. 

“Além disso, tem que pagar por serviços particulares para suprir a ineficiência governamental, no que diz respeito ao péssimo retorno da arrecadação em termos de qualidade e quantidade, na oferta dos serviços públicos para a população”, ressaltou.

Ranking de países:

  1. Dinamarca: 179 dias
  2. Bélgica: 171 dias
  3. França : 163 dias
  4. Finlândia: 159 dias
  5. Noruega: 159 dias
  6. Áustria: 158 dias
  7. Suécia: 156 dias
  8. Itália: 156 dias
  9. Brasil: 149 dias 
  10. Alemanha: 148 dias

Para avaliar os demais países, foi considerada a base de dados mais recente, ou seja, de 2019, da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE)

Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios

Assuntos Relacionados