Banco do Nordeste tem lucro líquido de R$ 710,4 milhões no primeiro semestre

O resultado representa um incremento de 113,6% em relação ao mesmo período do ano passado

vista a distância do banco do nordeste
Legenda: Os financiamentos a longo prazo foram os principais responsáveis pelo resultado
Foto: Kid Junior

O Banco do Nordeste conseguiu bons resultados no primeiro semestre deste ano. Ao todo, foram contratados R$ 20,38 bilhões, valor correspondente a 2,6 milhões de operações de crédito, que beneficiaram empreendimentos e empreendedores de todos os estados do Nordeste, Norte de Minas Gerais e Norte do Espírito Santo.

Com isso, o lucro líquido acumulado para o BNB ficou em R$ 710,4 milhões, um incremento de 113,6% em relação ao mesmo período do ano passado, quando o Banco alcançou lucro de R$ 332,5 milhões.

Também houve incremento de 11% nos valores aplicados em relação ao ano passado, apesar das consequências da crise sanitária.

Financiamentos

Os financiamentos de longo prazo representam a maior parte dos recursos investidos, equivalente a 66,6%. Foram  R$ 13,57 bilhões, representando 329,4 mil operações de crédito.

A área rural registrou a maior participação, com 37,4% (R$ 5,07 bilhões), seguido de infraestrutura, com 34,9% (R$ 4,74 bilhões), comércio, com 10,1% (R$ 1,4 bilhão), serviços, com 9,4% (R$ 1,3 bilhão), e indústria, com 8,2% (R$ 1,1 bilhão).

Foram R$ 12,57 bilhões em contratações referentes ao Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), principal funding do BNB. As aplicações rurais se destacaram, somando R$ 4,16 bilhões para o total de 311,3 mil operações de crédito. O resultado foi um incremento de 10,7%, em termos de valores, em comparação com as contratações realizadas em igual período de 2020.

O balanço completo do Banco está publicado no portal da Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Geração de empregos

Conforme o presidente do Banco do Nordeste, Romildo Carneiro Rolim, os R$ 12,57 bilhões contratados com recursos do FNE devem gerar ou manter 577,7 mil empregos na área de atuação do Banco.

Isso significa a entrada de novos trabalhadores, formais e informais, no mercado, ou a manutenção do emprego em decorrência dos financiamentos contratados.

A estimativa dos impactos econômicos resultantes das aplicações com recursos do Fundo aponta, ainda, para o incremento de R$ 4,13 bilhões na massa salarial, de R$ 2,48 bilhões na arrecadação tributária, de R$ 25,87 bilhões no Valor Bruto da Produção e de R$ 14,73 bilhões de Valor Adicionado à Economia.

A estimativa do estudo é de que 675,62 mil empregos formais e informais foram gerados ou mantidos na área de atuação do BNB. A instituição também calcula uma elevação de R$ 4,58 bilhões na massa salarial, de R$ 2,72 bilhões na arrecadação tributária, de R$ 28,73 bilhões no Valor Bruto da Produção e de R$ 16,28 bilhões no Valor Adicionado à Economia.

 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios