Clientes do Crediamigo podem renegociar dívidas em feirão de 17 a 21 de maio

Banco do Nordeste promete condições especiais como reescalonamento e prorrogação de parcelas em negociação virtual

Legenda: Clientes do programa poderão renegociar as dívidas, podendo reescalonar operações ou prorrogar parcelas à vencer ou vencidas
Foto: Kid Júnior

Os empreendedores que tiverem parcelas do Crediamigo atrasadas poderão quitar os débitos em aberto com condições especiais. Entre os dias 17 e 21 de maio, o Banco do Nordeste (BNB) realiza, de forma digital, o Feirão Limpa Nome Crediamigo.

Por meio da iniciativa, clientes do programa poderão renegociar as dívidas, podendo reescalonar operações ou prorrogar parcelas à vencer ou vencidas. O atendimento será realizado pelo WhatsApp oficial através do número (85) 9973-0700.

Modalidades de negociação

  • Operações com recursos internos

Conforme o banco, os empréstimos contratados com recursos internos do BNB poderão ser renegociados até 30 de junho e pagos em até 24 meses, sendo admitidas até três renegociações por operação.

O saldo será atualizado com encargos contratuais. Além disso, o cliente terá 60 dias para pagar a primeira parcela, entre outras condições diferenciadas.

  • Reescalonamento

Já a opção pelo reescalonamento é indicada para clientes que necessitam apenas de um alívio em seu fluxo de caixa. Nesse caso, o esquema de reembolso da operação, inclusive de parcelas vencidas, será todo reelaborado.

O saldo devedor será atualizado com a mesma taxa de juros do empréstimo atual, sem cobrança de encargos por atraso de parcelas vencidas.

  • Operações com FNE

Para as operações que utilizam recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), contratadas até 31 de dezembro de 2020, o BNB oferece renegociação desde que formalizada até 30 de junho, paga em até 24 meses, sem amortização prévia e com prazo de até 60 dias para primeiro pagamento.

Também são admitidas até três renegociações por operação e o saldo será atualizado com encargos contratuais.

  • Dificuldades temporárias

Para clientes com dificuldades temporárias de pagamento, devido às medidas de restrição por conta da pandemia de covid-19, será possível prorrogar, por até 12 meses, as parcelas com vencimento entre 1º de janeiro e 31 de dezembro de 2021, vencidas e vincendas.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios