As 10 maiores altas em março em Fortaleza; cenoura lidera

As leguminosas tiveram maior pressão inflacionária em março, com destaque para a cenoura

Escrito por Heloisa Vasconcelos,

Negócios
Legenda: A cenoura teve a maior variação em 12 meses, seguida pelo tomate
Foto: Fabiane de Paula

Comer salada ficou mais caro em março. As maiores altas da inflação em Fortaleza foram de tubérculos, raízes e leguminosas, que, juntos, tiveram variação mensal de 14,53%.

A maior alta foi da cenoura, que acumula inflação de 169,19% em 12 meses, sendo 27,86% apenas no mês passado. Em seguida, o tomate teve variação de 109,26% em 12 meses.

Dos 457 itens analisados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apenas 17 tiveram queda em março. As maiores quedas foram da laranja-pera e da manga, que caíram 23,65% e 14,15%, respectivamente.

Maiores altas de março

Item Variação acumulada em 12 meses
Cenoura 169,19%
Tomate 109,26%
Tubérculos, raízes e legumes 66,06%
Transporte por aplicativo 65,79%
Batata-inglesa 64,89%
Café moído 61,64%
Açúcar refinado 44,42%
Óleo diesel 44,04%
Mamão 33,38%
Fubá de milho 32,33%

Maiores quedas

Item Variação acumulada em 12 meses
Laranja-pera -23,65%
Manga -14,15%
Arroz -12,88%
Cereais, leguminosas e oleaginosas -7,95%
Produto para barba -7,33%
Carne de porco -6,19%
Camarão -4,38%
Maracujá -4,07%
Conserto de aparelho celular -3,91%
Alho -3,76%

 

Assuntos Relacionados