Inflação de Fortaleza em março é a maior para o mês desde 1994

O índice teve variação mensal de 1,69%, atrás apenas de Curitiba. A inflação acumulada em 12 meses já é de 11,31% na capital cearense

Escrito por Redação,

Negócios
Legenda: Os índices da capital cearense ficaram ligeiramente acima dos registrados nacionalmente
Foto: Fabiane de Paula

A pressão inflacionária em Fortaleza continuou forte em março. A variação mensal foi de 1,69%, a maior para o mês em 28 anos, desde 1994.

O resultado também foi o segundo maior do País, de acordo com dados do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) divulgados nesta sexta-feira (8) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Entre as capitais analisadas pelo instituto, a alta ficou atrás apenas de Curitiba, que teve variação de 2,40% em março. O índice variou 1,62% nacionalmente no mês passado.

Em Fortaleza, a inflação acumulada no ano é de 3,21%, ligeiramente acima dos 3,20% nacionais. Em 12 meses, o índice acumula alta de 11,31% na capital cearense. No Brasil, a inflação acumulada no mesmo período é de 11,30%.

Maior alta em 28 anos

Assim como na Capital, a inflação mensal em março é a pior desde 1994 considerando índices nacionais. Em fevereiro, o aumento havia sido de 1,01%.

O avanço em 12 meses é o maior desde outubro de 2003, quando a taxa era de 13,98%. Com o resultado de março, o IPCA já tem variação de dois dígitos para o período há sete meses.

A inflação fechou o ano passado em 10,06%, a maior em 6 anos e acima da meta estabelecida pelo Banco Central. Neste ano, a entidade já admitiu que o índice deve também encerrar acima da meta de 3,5%. 

Assuntos Relacionados