Cidade do Ceará tem 100 mm de chuva mesmo após fim da quadra; veja previsão do tempo

Grandes volumes isolados podem ocorrer durante período da pós-estação

Escrito por Nícolas Paulino , nicolas.paulino@svm.com.br
Legenda: As precipitações mais recentes no Ceará têm relação com a atuação de áreas de instabilidade oriundas do oceano
Foto: Sávio Sampaio

O principal período de chuvas no Ceará vai de fevereiro a maio, na chamada quadra chuvosa. Porém, ainda que reduzidas, mais precipitações podem ocorrer até julho, quando acontece a “Pós-Estação”, de acordo com a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). 

Prova disso é que o município de Granja, no Litoral Norte, atingiu a marca de 100 milímetros acumulados entre domingo (7) e esta segunda-feira (8). “As chuvas foram por causa de áreas de instabilidade oriundas do oceano, além da brisa marítima e terrestre”, explica o meteorologista da Funceme, Vinícius Oliveira.

Conforme o Calendário de Chuvas do Ceará, foi o maior volume do Estado em 22 dias. A última vez que choveu tanto foi no dia 16 de junho, em Ibaretama, com 110 mm.

Desde a segunda quinzena do mês passado, as precipitações começaram a rarear, inclusive com dois dias sem qualquer registro. Em outros 11, foram inexpressivas, sendo a maioria abaixo de 5 mm.

Historicamente, julho tem pluviometria média de apenas 15.1 mm para todo o Estado. 

Veja também

Maiores chuvas

Ao todo, choveu em 69 cidades do Ceará. Os maiores volumes foram em:

  • Granja: 100 mm
  • Aurora: 57 mm
  • Barro: 40 mm
  • Alto Santo: 39 mm
  • Tejuçuoca: 30 mm

Previsão para os próximos dias

As condições do tempo para o Ceará até quarta-feira (10) é de estabilidade. “A previsão para os próximos três dias é de céu variando de parcialmente nublado a poucas nuvens, principalmente pela madrugada. À tarde e à noite, predomínio do céu sem nuvens”, informa Vinícius Oliveira.

Já na quarta-feira, principalmente pela madrugada, há baixa possibilidade de chuva isolada no litoral de Fortaleza e no Cariri, também por áreas de instabilidade que devem se deslocar tanto do oceano Atlântico quanto do leste do Nordeste.

Em relação à temperatura, são esperadas máximas de até 34°C na região Jaguaribana e no Litoral Norte. Já a temperatura mínima deve ser em torno de 19° no Cariri e na Ibiapaba.

Na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), as temperaturas máximas podem chegar a 31°C, enquanto as mínimas devem ficar em torno de 24°C.

Os destaques das últimas 24h resumidos em até 8 minutos de leitura.
Assuntos Relacionados