Veja 8 dúvidas sobre a 4ª dose da vacina contra Covid

Informações explicam intervalo entre doses, público recomendado e reações adversas do segundo reforço

Escrito por Nícolas Paulino, nicolas.paulino@svm.com.br

Ceará
Vacina
Legenda: Ampla cobertura vacinal permite maior proteção da população e a flexibilização de medidas de distanciamento.
Foto: Thiago Gadelha

A positividade de casos de Covid-19 voltou a crescer em junho, no Ceará, e está em torno de 23%, de acordo com a plataforma IntegraSUS, da Secretaria Estadual da Saúde (Sesa). Com o aumento de infecções, autoridades de saúde têm reforçado a necessidade de se completar o esquema de vacinação. 

Nesta semana, a Sesa está encaminhando aos municípios nota técnica com orientações para ampliação do público apto a receber doses de reforço da vacina contra a Covid-19: 

A Pasta lembra que compete aos municípios definir as estratégias para o alcance dos grupos elegíveis, mas sugere priorização das faixas etárias por ordem decrescente. A imunização pode ser iniciada com as doses em estoque.

Conforme o Ministério da Saúde, pessoas não vacinadas em qualquer faixa etária tiveram risco de ter Covid-19 grave ou ir a óbito de 6 a 9 vezes maior do que pessoas vacinadas durante os primeiros meses de 2022.

Confira abaixo um tira-dúvidas sobre a 4ª dose da vacina:

Por que preciso de mais uma dose? 

De acordo com a infectologista Gerusa Figueredo, a imunidade aumenta durante um certo período, mas depois os anticorpos caem e as pessoas voltam a ser suscetíveis ou parcialmente suscetíveis.

Nos últimos meses, os sistemas de vigilância têm detectado novas subvariantes da Ômicron, versão do coronavírus que já era mais contagiosa. Assim, a vacinação deve seguir para garantir a prevenção contra casos graves e mortes.

Com quanto tempo após a 3ª devo tomar a 4ª dose?

Para os grupos já autorizados, é possível buscar os postos de atendimento quatro meses após a aplicação da terceira dose.

Quem pode tomar a 4ª dose? 

Na última segunda (20), o Ministério da Saúde ampliou os grupos liberados para:

  • Pessoas com 40 anos de idade ou mais, com intervalo mínimo de 4 meses a partir do primeiro reforço, inclusive aquelas que receberam a Janssen;
  • Profissionais da saúde;
  • Imunossuprimidos.

Onde é possível tomar em Fortaleza?

De acordo com a Secretaria Municipal da Saúde (SMS), a aplicação da nova dose de reforço ocorre sem a necessidade de agendamento prévio, na modalidade de livre demanda, nos locais que estiverem realizando vacinação. A programação diária é divulgada no portal da Prefeitura de Fortaleza.

Onde é possível tomar no interior? 

É preciso checar a programação nos canais oficiais das gestões municipais.

Pode ter efeito colateral/reação adversa?

As vacinas disponíveis atualmente não estão associadas a eventos adversos frequentes ou severos. Os mais comuns são dor ou hipersensibilidade no local de aplicação, fadiga, calafrios, febre, dor de cabeça, indisposição e náuseas.

Devo tomar 4ª tose com sintomas gripais? 

Se o teste para Covid-19 for negativo, é preciso aguardar o fim dos sintomas, para que o organismo se recupere adequadamente. Porém, no caso de teste positivo para Covid-19, o paciente poderá se vacinar após um período de pelo menos 30 dias após o início dos sintomas.

Posso tomar a 4ª dose e a vacina da gripe juntas? 

Sim. Segundo a Sesa, a vacina contra a influenza pode ser administrada na mesma ocasião de outros imunobiológicos, desde que com seringas e agulhas diferentes em locais anatômicos distintos.