Resposta para auxílio emergencial "em processamento" sai nos próximos dias, diz Ministério

Também está em fase final o processamento das informações dos inscritos no Bolsa Família, que receberão os repasses do auxílio de acordo com o calendário do programa

Auxílio Emergencial Caixa Tem
Legenda: O Governo Federal ainda trabalha no processamento de informações de cidadãos elegíveis ao benefício
Foto: Fabiane de Paula / SVM

Desde o início do pagamento do auxílio emergencial 2021, nesta terça-feira (6), trabalhadores usam as redes sociais para questionar o motivo de seus cadastros estarem com status "em processamento". De acordo com o Ministério da Cidadania, órgão gestor do auxílio emergencial, o resultado da análise dos requerimentos com o status "em processamento" será divulgado nos próximos dias.

Segundo o órgão, o Governo Federal ainda trabalha no processamento de informações de cidadãos elegíveis ao benefício. Ou seja, esses trabalhadores precisam aguardar para que o pagamento do benefício seja confirmado. 

"Esses lotes estão sendo reprocessados, ou seja, sendo reavaliados considerando as informações mais recentes disponíveis nas bases de dados governamentais, conforme determina a legislação que disciplina o pagamento do benefício", afirma o ministério.

Também está em fase final o processamento das informações referentes aos inscritos no Bolsa Família, que receberão os repasses de acordo com o calendário habitual do programa, que em abril tem início no dia 16.

Cadastro com informações mais recentes

A Dataprev, que faz o processamento, explica que serão utilizados os cadastros com informações mais recentes, sobretudo considerando a possibilidade de perda de emprego e renda em meio à pandemia. Segundo a estatal, a última base de análise com dados mais recentes dos cidadãos foi atualizada no dia 5 de abril, e o reprocessamento foi iniciado no dia seguinte.

"A base analítica funciona como referência de dados dos requisitos do programa e é utilizada no sistema de cruzamento das informações. Durante a verificação do direito ao benefício, a empresa utiliza as informações mais recentes dos cidadãos disponíveis nas bases oficiais da União -indicadas pelo Ministério da Cidadania- com os critérios do novo programa", afirma a Dataprev.

"A base é composta por informações disponíveis de todos os brasileiros nos 24 repositórios de dados de diferentes instituições oficiais. São verificados bilhões de registros", ressalta.

Possibilidade de contestar o resultado

Quando o trabalhador é considerado elegível ao benefício, seu cadastro é liberado para o pagamento do auxílio pela Caixa Econômica Federal e todas as parcelas devidas são depositadas.

Quem tiver o auxílio emergencial 2021 negado pode contestar o indeferimento, no prazo de até 10 dias, após a liberação da lista de aprovados, para fazer a reclamação, ou seja, até o dia 12 de abril.

Vale lembrar que só pode fazer a contestação o grupo que recebeu o benefício em dezembro de 2020 e não consta na lista dos pagamentos deste ano.  

A reclamação deve ser feita no Portal de Consultas do Dataprev, após realizar o login na plataforma e clicar sobre o botão “contestar” no topo da tela.

O sistema aceitará apenas critérios passíveis de contestação, ou seja, aqueles nos quais é possível haver atualização de bases de dados da Dataprev.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios