Programa Zunne investe até R$ 5 milhões para apoiar 13 negócios de impacto no Norte e Nordeste

Dentre os selecionados, cinco são de Fortaleza (CE)

Escrito por Redação ,
Programa Zunne é de investimentos
Legenda: Zunne tem como objetivo fortalecer negócios que buscam soluções socioambientais no Norte e Nordeste brasileiro
Foto: Shutterstock

O programa de investimento Zunne selecionou 13 negócios com impacto no Norte e Nordeste para receber até R$ 5 milhões em investimentos. Desse total, cinco escolhidos são de Fortaleza: Catarina Mina, Sucré, Ateliê da Sil, Oikos e Muda Meu Mundo. 

Com organização da Yunus Negócios Sociais Brasil, a Trê Investindo com Causa e a Somos Um, o programa busca fomentar uma rota de investimentos que consiga ir além do eixo Sudeste. Dessa forma, tem como objetivo democratizar o acesso aos recursos e permitir que mais pessoas se tornem investidoras, com valores acessíveis para iniciar na área. 

Para selecionar os negócios, o Zunne dá prioridade para aqueles que possuem lideranças femininas, negras ou indígenas. Os programas foram escolhidos pelo impacto socioambiental e positivo. 

O anúncio oficial dos selecionados ocorrerá no próximo sábado (21), durante a programação do Conexão ODS, evento de sustentabilidade promovido pelo Pacto Global da ONU no Brasil e pela Somos Um.

Negócios selecionados

Dentre os negócios selecionados, já disponíveis no site, estão: 

  • Muda Meu Mundo: Fortaleza (CE)
  • Catarina Mina: Fortaleza (CE)
  • Sucré: Fortaleza (CE)
  • Ateliê da Sil: Fortaleza (CE)
  • Oikos: Fortaleza (CE)
  • Roma Negra: Salvador (BA)
  • Um Grau e Meio: Jundiaí (SP)
  • Poranduba Amazônia: Manaus (AM)
  • Refazenda: Recife (PE)
  • Yan Tec: São Miuel dos Campos (AL)
  • SDW: Salvador (BA)
  • Na'kau: Manaus (AM)

Os investimentos podem ser feitos por meio da plataforma Mova. Nela, é possível ter acesso a 12, dos 13 negócios escolhidos pelo Zunne. O último negócio ainda será inserido no site. 

Do total, 77% têm mulheres na liderança. Em relação às regiões do Brasil: 77% são do Nordeste; 15% do Norte e 8% do Sudeste. 

Veja também

Como funciona o investimento?

O Programa Zunne tem estrutura Blended Finance, que ocorre quando o capital filantrópico se junta com investimento. Enquanto a verba filantrópica financiará o corpo técnico, e será usada para a criação do fundo de garantia do programa, os investimentos serão direcionados aos 13 negócios sociais na forma de empréstimos coletivos

Com o Zunne, os investidores poderão injetar a partir de R$ 100 em negócios em áreas como:

  • Moda consciente;
  • Alimentação orgânica;
  • Saneamento básico;
  • Conservação ambiental;
  • Turismo sustentável;
  • Cultura. 

Os investidores terão retorno de 10% ao ano sobre os aportes (equivalente ao Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) + premiação), e um fundo de garantia de inadimplência em até 20%.

Os empréstimos coletivos deverão variar entre R$ 100 mil a R$ 500 mil. As taxas de juros sociais serão em torno de 14,8% ao ano, sendo cerca de 1,2% ao mês. Já o pagamento pode ser realizado em até quatro anos, com seis meses de carência.

Benefícios aos negócios selecionados

Os selecionados ainda receberão benefícios para além do apoio financeiro, como:

  • Capacitação com especialistas em áreas jurídica, financeira, de marketing digital e de vendas;
  • Conexões com redes de clientes e parceiros potenciais;
  • Coleta de dados financeiros e de impacto para mensuração do alcance da empresa;
  • Auxílio para obter acesso a capitais em formatos diferentes. 

Conforme o diretor de investimentos da Yunus Negócios Sociais, Francisco Vicente, o programa busca oferecer apoio não-financeiro aos negócios selecionados.

"Entendemos que além de dinheiro, as empresas precisam também de acesso a capacitação, redes, conexões e novos mercados. Essa é a maneira que a Yunus atua na concessão de empréstimos há mais de 7 anos no Brasil e queremos replicar essa prática no Zunne", declarou.

Os destaques das últimas 24h resumidos em até 8 minutos de leitura.
Assuntos Relacionados