Prévia do PIB do Ceará aponta queda de 0,36% na atividade econômica em maio

Já na comparação entre maio deste ano e igual período de 2020, na série observada, houve crescimento de cerca de 11,6%

Legenda: Na região Nordeste, o índice aponta queda de 0,29% da atividade em maio deste ano ante abril
Foto: Fabiane de Paula

O Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBCR-CE), conhecido como uma prévia do Produto Interno Bruto (PIB), marcou queda de 0,36% no Ceará em maio, divulgou a entidade na manhã desta quinta-feira (15). No trimestre de março a maio ante o trimestre imediatamente anterior, a retração foi de 3,04%.

Os dados fazem parte da série dessazonalizada para o período. Já na comparação entre maio deste ano e igual período de 2020, na série observada, houve crescimento de cerca de 11,6%. No trimestre encerrado em maio ante igual trimestre do ano passado também houve alta (8,13%).

Com o resultado, nos primeiros cinco meses de 2021, a atividade econômica do Ceará medida pelo índice do Banco Central cresceu 4,3% na comparação com igual período de 2020. Nos últimos 12 meses encerrados em maio, o índice acumula crescimento mais tímido, de 1,52%.

A queda observada no Ceará na passagem de abril para maio coloca o resultado abaixo do de Pernambuco, cuja atividade aponta expansão de 1,8%. Na Bahia, outra localidade na qual o IBCR é apurado, houve queda mais expressiva de 0,93%.

Nordeste

Na região Nordeste, o índice aponta queda de 0,29% da atividade em maio deste ano ante abril. No trimestre encerrado em maio na comparação com os três meses imediatamente anteriores, a retração é de 0,67%.

Já em maio na comparação com igual período de 2020, a atividade econômica medida pelo Banco Central teve expansão de 7,53%. No trimestre encerrado em maio na comparação com igual período do ano anterior, a alta é de 5,55%.

Nos cinco primeiros meses do ano em relação aos cinco primeiros meses de 2020, o índice aponta crescimento de 2,92% na atividade econômica da região Nordeste. Já nos últimos 12 meses contra os 12 meses imediatamente anteriores, a alta é de 0,54%.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios

Assuntos Relacionados