PIB do Ceará despenca 13,2% no 2º trimestre de 2020

Na comparação com o segundo trimestre de 2019, a atividade econômica cearense apresentou baixa de 14,5%. É o pior resultado desde o primeiro trimestre de 2016

Legenda: O lockdown afetou principalmente o comércio e serviços, cujo peso no PIB Ceará é o maior, além de diversos segmentos da indústria.
Foto: Foto: Thiago Gadelha

O Produto Interno Bruto (PIB) do Ceará registrou queda de 13,2% no segundo trimestre de 2020 na comparação com o primeiro trimestre deste ano, conforme divulgou na tarde desta terça-feira (22) o Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece). 

Na comparação com oigual período do ano passado, a atividade econômica cearense apresentou baixa de 14,5%.

No semestre, a atividade econômica do Estado acumula retração de 7,58%. O resultado leva em consideração a comparação com o primeiro semestre de 2020.

"No fim de 2019, a gente vinha observando no Ceará uma expansão maior que a média do Brasil. Nossas previsões eram de que o Ceará caminharia para um resultado melhor do que o do Brasil este ano", disse Nicolino Trompieri, coordenador de Contas Regionais do Ipece, lamentando, entretanto, que as expectativas foram alteradas em decorrência do impacto da pandemia.

A Agropecuária foi o setor da atividade econômica cearense com maior desempenho no segundo trimestre deste ano, com alta de 18,8% na comparação com igual período do ano anterior. O crescimento ficou bem acima da média do País, que teve alta de 1,2% na atividade do setor.

A Indústria foi o setor mais afetado, com queda de 33% em relação ao segundo trimestre de 2019. Já a atividade no setor de Serviços apresentou queda de 13,6% no período.

Já na comparação com o primeiro trimestre, a Agropecuária apresentou crescimento de 16,9%. A Indústria e o setor de Serviços caíram 28,7% e 12,6%, respectivamente, também considerando essa base de comparação.

Desempenho

No primeiro trimestre deste ano, o PIB cearense retraiu 4,65% na comparação com o último trimestre de 2019 e baixa de 0,4% na comparação com o primeiro trimestre do ano passado.

Esperado

Em 2020, o PIB do Ceará acumula queda de 7,58% e, segundo os economistas que apresentaram o estudo, o indicadores negativos já eram esperados, principalmente pela paralisação dos setores produtivos forçada para a conter a contaminação pelo novo coronavírus.

O lockdown afetou principalmente o comércio e serviços, cujo peso no PIB Ceará é o maior, além de diversos segmentos da indústria.

Brasil

No País, o segundo trimestre já revelado há algumas semanas pelo Governo Federal apresentou um recuo menor do que a cearense. Foram -11,4% quando comparado ao 2º trimestre do ano passado, e outra queda de 9,7% ante o 1º trimestre de 2019.

Na ocasião, que marcou a entrada do País em recessão técnica, o ministro da Economia Paulo Guedes afirmou que esse era "o barulho lá de trás" e que a economia brasileira está "decolando em V". 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios