Inflação medida pelo IGP-M acumula alta de 23,79% em 12 meses

Na primeira prévia de novembro, a inflação foi de 2,67%, segundo a FGV

Escrito por Agência Brasil,

Negócios
Legenda: O indicador é usado para os reajustes dos contratos de aluguel
Foto: FABIANE DE PAULA

O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M), usado no reajuste dos contratos de aluguel no país, registrou inflação de 2,67% na primeira prévia de novembro deste ano.

A taxa é superior ao 1,97% registrado na primeira prévia de outubro. Segundo a Fundação Getulio Vargas (FGV), o IGP-M acumula taxa de inflação de 23,79% em 12 meses.

O Índice de Preços ao Produtor Amplo, que mede os preços no atacado, subiu de 2,45% na prévia de outubro para 3,48% na prévia de novembro. 

> Índice que reajusta contratos de aluguel acumula 7,31% em 12 meses

Custo da construção
De acordo com a FGV, o Índice Nacional de Custo da Construção, também teve alta na taxa, ao subir de 1,26% em outubro para 1,31% em novembro.

Já o Índice de Preços ao Consumidor, que mede o varejo, teve queda na taxa de inflação, ao passar de 0,64% na prévia de outubro para 0,41% na prévia de novembro.

Assuntos Relacionados


Mario Mesquita

Comércio exterior do Nordeste

Mario Mesquita
26 de Maio de 2022