Hub pode elevar as exportações

A implementação do hub da Air France-KLM em Fortaleza trará um impacto significativo sobre o Produto Interno Bruto (PIB) do Estado. Ainda não é possível mensurar qual será o incremento que o centro de conexões trará para a economia cearense, mas a expectativa é de que haja um aumento significativo no número de turistas europeus no Estado e mais produtos cearenses no mercado europeu, segundo o diretor geral do Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece), Flávio Ataliba.

"Além do fato de que turistas de outros estados terão de que fazer conexão no Ceará para a Europa, o mais importante é o canal direto que haverá de Paris para Fortaleza. Talvez Paris seja a cidade mais turística do mundo, e essa será uma porta de entrada para os turistas europeus virem conhecer o Ceará e os nossos atrativos", salienta.

> Escolha deve tornar Fortaleza mais atrativa 

Ataliba ainda afirma que há a possibilidade de que o Aeroporto Pinto Martins também se torne "um hub de cargas, com produtos que nós podemos exportar pela via aérea". O analista de políticas públicas do Ipece, Alexsandre Cavalcante, também considera o impacto que o hub trará para as exportações do Estado, embora isso não venha imediatamente após o início do funcionamento do empreendimento. "Com a introdução do hub, a expectativa é de que o transporte de mercadorias pela via aérea seja mais utilizado e tenha o custo reduzido", afirma.

Projeção do PIB

O Ipece divulgou ontem o Boletim da Conjuntura Econômica Cearense relativo ao segundo trimestre deste ano e o Enfoque Econômico, que trazem um panorama da economia do Estado.

De acordo com Flávio Ataliba, os documentos mostram que a crise "ficou para trás". O diretor geral do Ipece também aponta que a economia cearense deve crescer no terceiro trimestre deste ano e no fechamento de 2017.

"O terceiro trimestre é o melhor período do ano. As indústrias já se preparam muito visando o último trimestre, com Natal e as festas de fim de ano. O terceiro semestre será pelo menos igual ou melhor que o segundo", prevê o diretor.

No segundo trimestre deste ano, a economia cearense avançou 2,17% frente a igual período do ano passado, segundo dados do próprio instituto.

Para o fechamento de 2017, a previsão do Ipece é de que o Produto Interno Bruto do Ceará cresça entre 1% e 1,5%.

Enquete

Mais voos podem trazer benefícios?

"Se tiver demanda, acredito que sim. Além de abrir as portas para um outro percurso, é certo que pode gerar empregos. É algo positivo, acredito"

Davi Gurion
Engenheiro civil

"Acho bom para quem precisa buscar novas oportunidades. Vai trazer muito desenvolvimento, mais empregos. Vai ser bom"

Leonice Ferreira dos Santos
Microempresária

"Vai fomentar mais o turismo e gerar oportunidade para Fortaleza e região, com mais pessoas, mercadorias e dinheiro circulando"

Leonardo Vescovi
Engenheiro

Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios