Hotéis pedem liberação de restaurantes internos depois das 15h nos fins de semana

Segundo a Abih-CE, hotéis não têm estrutura para atender todos os hóspedes nos quartos. Associação pede liberação dos restaurantes de forma exclusiva aos hóspedes. Governo do Estado estaria analisando a demanda

Escrito por Samuel Quintela, samuel.quintela@svm.com.br

Negócios
Beira Mar Fortaleza
Foto: Foto: Fabiane de Paula

Os empresários do ramo hoteleiro no Ceará estão solicitando ao Governo do Estado que os restaurantes dos estabelecimentos possam operar depois das 15 horas nos fins de semana. A demanda foi confirmada pelo presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis no Ceará (Abih-CE), Régis Medeiros, que entrou em contato com os membros do comitê estadual que trata sobre os assuntos da retomada durante a pandemia de Covid-19 no Ceará.

De acordo com o presidente da Abih, os secretários ligados às decisões do comitê afirmaram que irão discutir as demandas feitas pelo setor, mas a resposta não deve chegar até a próxima reunião de avaliação da pandemia, o que deve acontecer hoje. 

Medeiros ponderou que o fechamento dos restaurantes dos hotéis a partir das 15 horas, aos fins de semana, poderá impactar o atendimento aos hóspedes e prejudicar a imagem do Ceará como destino turístico. 

A medida que impede o funcionamento de restaurantes a partir das 15h foi tomada pelo Governo do Estado na última terça-feira (2) e faz parte de um novo pacote de iniciativas para tentar frear o aumento de casos de contaminação pelo coronavírus. 

O presidente da Abih apontou que a Associação não é contrária aos protocolos de segurança definidos para conter o avanço da pandemia de Covid-19 no Ceará. Contudo, o fechamento dos restaurantes deverá gerar problemas de atendimento, já que, segundo Medeiros, os hotéis não possuem estrutura para anteder todos os hóspedes dentro dos quartos. 

Hotel Pandemia
Foto: Camila Lima

"Não sou negacionista, mas qual a efetividade dos hóspedes tomarem café da manhã juntos e não jantarem juntos? A cidade não vai ter nenhum restaurante aberto, ou as pessoas vão pedir delivery e comer em uma das áreas comuns ou vão comer nos quartos, onde não há estrutura para alimentação de uma família. No quarto não há estrutura para jantar. Quando o quarto é grande, há duas cadeiras, no máximo", explicou Régis. 

Funcionamento exclusivo aos hóspedes

A solução proposta pelo presidente da Abih foi que o Governo do Estado permitisse o funcionamento dos restaurantes dos hotéis após às 15h apenas para os hóspedes. A intenção é garantir o bom atendimento dos turistas que vierem ao Ceará nos próximos meses. 

"Estou apavorado porque vamos ter confusões no hotel, porque os hóspedes vão pedir para os hotéis darem comida. Que destino é esse? Que hotel é esse? É isso que as pessoas vão pensar. Nós, fortalezenses, pedimos um delivery porque já temos estrutura dentro de casa. Outra coisa é um hóspede dentro de um quarto de hotel, dividindo um espaço sem estrutura de alimentação. Queremos que o restaurante possa funcionar pelo menos para os hóspedes", justificou Medeiros. 

Cuidados com a pandemia

O presidente da Abih ainda reforçou a importância de se manter todos os cuidados referente à pandemia, seguindo todos os protocolos sanitários exigidos pelo Governo do Estado. 

"Eu sei que é momento difícil e preocupante com relação à pandemia, mas essa medida não tem efetividade. Isso não ajuda no combate ao coronavírus, porque as pessoas estão juntas no restaurante no café da manhã", disse Medeiros. 

Resposta do Governo do Estado

O Governo do Estado foi procurado para responder se demanda dos empresários da hotelaria será atendida, mas até o fechamento desta matéria não respondeu ao questionamento da reportagem. 


Mario Mesquita

Comércio exterior do Nordeste

Mario Mesquita
26 de Maio de 2022