Glampings viram tendência no Ceará; entenda conceito e como esses equipamentos movimentam o turismo

Empreendimentos proporcionam ainda geração de emprego e renda para localidades do interior

Escrito por Lívia Carvalho, livia.carvalho@svm.com.br

Negócios
Legenda: Estrutura é montada em frente a um cânion
Foto: Divulgação

Estar próximo à natureza e ainda assim ter experiências luxuosas é possível. Essa é a aposta de um nicho relativamente novo que está virando tendência no Ceará. O glamping, um conceito que mistura camping com glamour, traz como proposta oferecer acampamentos com toque rústico, mas infraestrutura de hotéis.  

O Brasil já conta com opções dessa categoria de hospedagem e alguns trazem comodidades como spa, piscina, hidromassagem, restaurante, aproveitando a arquitetura local para completar a experiência.  

O empresário Danilo Dias decidiu inovar e trazer o conceito para o Ceará, que já conta com empreendimentos da categoria, mas no litoral. Localizado na Serra do Estevão, em Quixadá, o Dom Luxury Glamping vai explorar agora a serra no sertão.  

“Com a pandemia, surgiu um mercado de pessoas que querem viajar pra ter experiências novas, sair daquele espaço comum de hotel. O glamping é uma hospedagem que você consegue ter a sensação de estar em um acampamento, mas ao mesmo tempo com todo o glamour de um hotel. Vai ter conforto, ambientes mais refinados”, explica. 

O secretário de Turismo do Ceará, Arialdo Pinho, pontua que esse mercado já é forte em países da África, na Suíça e na Noruega. “É um mercado novo que está se estabelecendo, tem um apelo muito forte para questões ecológicas”.   

Para Pinho, novos empreendimentos como esse trazem mais movimento para o turismo pela atração de visitantes ao estado, além disso, promovem a geração de renda e emprego para os municípios do interior cearense.  

Legenda: Quarto do Dom Glamping traz estrutura de luxo
Foto: Divulgação

Estrutura luxuosa 

O Dom Luxury vai contar com sete domos geodésicos para hospedagem mínima de duas diárias e equipados com camas king size e banheiros. O glamping tem vista para um cânion da serra.   

A estrutura conta ainda com áreas comuns compostas por piscina de borda infinita, lounge, cozinha gourmet, área de lareira com vista para um lago e ainda um spa com sala de massagem. A previsão de inauguração é entre o fim de março e o começo de abril, e as reservas devem abrir já nesta semana.  

Legenda: Áreas comuns incluem lounge e piscina de borda infinita
Foto: Divulgação

Visitei essa serra por acaso e não tinha nada de estrutura, explorando no pico da serra vi um cânion muito lindo que eu nem sabia que existia aqui e surgiu a ideia de fazer o glamping com vista pra esse cânion”.  
Danilo Dias
empresário

Já o dono do glamping Baía das Caraúbas, em Camocim, no litoral oeste do Ceará, o português Mário Carvalho, considera que esse modelo de turismo é uma forma de aproveitar a natureza sem perder o conforto. Para ele, a natureza em si é um luxo.

"É a palha de carnaúba, mas é um bom colchão também. É a numerosidade de espaços abertos para o vento poder entrar, a brisa do mar poder entrar. É estarmos nessa comunhão, nessa imersão. Para mim isso é o glamping, é estarmos imersos na natureza, mas, ao mesmo tempo com conforto, com elegância, com detalhe, com requinte, sem ostentação", diz. 

Desenvolvimento local 

O empresário Danilo Dias destaca ainda que toda a implantação conta com pessoas da própria comunidade local para desenvolver atrações para os hóspedes, como trilhas, passeios pelas cavernas e mais.  

"Todo material e madeiras que estamos usando é da própria região, explorando toda parte. Além disso, temos uma espécie de bodega dentro das instalações em que vamos vender produtos da região, tudo fabricado pela população do local", afirma.  

Opções no litoral 

O Ceará também conta com opções para quem quer viver a experiência no litoral. Na Baía das Caraúbas, são sete bangalôs construídos em palafitas em madeira e tetos em palha.  

Legenda: Bangalô rústico com vista para o mar
Foto: Reprodução

Com estilo rústico, as acomodações são equipadas com ventilador, minibar, secador de cabelo e alguns ainda contam com ar condicionado e têm vista para o mar. Um dos bangalôs conta ainda com banheira. 

De acordo com Carvalho, os hóspedes podem ainda ter experiências mais aventureiras, com trilhas, passeios pelas dunas, entre outros.  

Já em Jericoacoara há o Rancho do Peixe, pousada com 26 bangalôs construídos sobre decks suspensos, cobertos com palha de carnaúba e rodeados por coqueiros e dunas. Todos são equipados com camas king size, frigobar, cofre, internet via wi-fi. 

Legenda: Em Jericoacoara, bangalôs trazem estrutura com conforto
Foto: Reprodução

A pousada ainda é equipada com áreas comuns, como piscina, lounge, spa, campo de futebol, mesa de sinuca e pebolim.