Sarto e secretários irão visitar bairros de Fortaleza em maio com prefeitura itinerante

Gestores irão ouvir população nos fins de semana

Escrito por Redação,

Ceará
Reunião aconteceu no Cuca Pici
Legenda: Reunião aconteceu no Cuca Pici
Foto: Reprodução/Instagram

O prefeito José Sarto realizou a primeira reunião dos secretários municipais de Fortaleza para alinhar as ações do ano de 2022, nesta quarta-feira (20). Em encontro no Cuca Pici, o chefe do Executivo municipal fez um balanço das promessas de campanha e revelou que irá visitar bairros da capital em maio.

"A ideia é fazer primeiro nas 12 regionais e visitar os bairros, levar todo o secretariado no fim de semana, para não atrapalhar a rotina da secretaria. Retomar a partir de maio essa ida à cidade de Fortaleza, a cidade cresceu muito e a gente vai por regional levar todos os secretários para ouvir as demandas", declarou o prefeito.

Um dos pontos da prefeitura na visita aos bairros é a reconstrução da malha viária. "Vamos multiplicar por 4 o número de equipes, gastar mais de R$ 100 milhões para recuperar a malha asfáltica de Fortaleza", declarou Sarto.

Equipamentos entregues

Ainda na reunião, Sarto fez um balanço das ações prometidas durante as eleições. "Hoje, nós viemos fazer uma avaliação das metas de Governo. Na minha campanha, fizemos alguns compromissos. Hoje, em regra, nós atingimos 34% das metas propostas nas várias vertentes". 

Na educação, nós já entregamos 13 CEIs, duas escolas de tempo integral e outras. Anunciamos o maior concurso da história para os professores de Fortaleza com 2 mil vagas. Fomos a primeira capital a adotar o piso nacional de professores dando o reajuste legítimo e merecido de 33,24%. =
José Sarto
Prefeito de Fortaleza

Vacinação contra Covid-19

Outro ponto de destaque na fala do prefeito foi os cuidados contra a Covid-19 na capital.

"A vacinação em Fortaleza é referência. Temos mais de 5 milhões e meio de doses, entre 1, 2 e dose de reforço. Temos programa de microcrédito que já está, de 55 milhões, quase 15 milhões já foram executados, o programa chamado 'Nossas Guerreiras'". 

Com informações da repórter Luana Barros