Leque vira acessório para espantar o calor no Carnaval de Fortaleza mesmo após sábado de chuvas

Item surgiu nas fantasias dos foliões em pólos como Mercado dos Pinhões e Aterrinho da Praia de Iracema

Escrito por Diego Barbosa, Nícolas Paulino e Mylena Gadelha ,
Leque no carnaval
Legenda: Leques surgiram de todas as cores no primeiro dia de Carnaval em Fortaleza
Foto: Ismael Soares

Acessórios de Carnaval sempre são bem-vindos para montar os looks na hora da folia e dessa vez um dos mais presente pelas ruas de Fortaleza foi o leque, um dos mais utilizados para espantar o calor. Ainda que o sábado (10) tenha sido de chuvas em toda a Capital, o item surgiu entre as fantasias e fez sucesso na hora dos registros fotográficos. 

Veja também

Com leques repleto das cores do arco-íris, Neilane Lino e Marcus Gomes podem até nem se conhecer, mas separaram o item idêntico para curtir o primeiro dia de festa no Mercado dos Pinhões, um dos oito pólos carnavalescos definidos em Fortaleza.

"Primeiro, escolhi usar por conta do calor, mas também porque é um charme e tem também as cores lindas. Já faz até tempo que trago ele para o Carnaval", contou Neilane, apontando também o leque como "indispensável" em meio ao calor visto nas últimas semanas.

Cores do arco-íris
Legenda: Neilane Lino foi uma das foliãs que escolheram o leque de arco-íris para a festa
Foto: Ismael Soares

Já Marcos enxergou no leque também uma representatividade em relação à comunidade LGBTQIA+. "É um item bastante apropriado no calor, né? Mas também por causa das cores, de representar a bandeia LGBTQIA+. A gente aproveita o Carnaval para viver essa liberdade que muitos não têm no dia a dia", reforçou. 

Legenda: Marcus Gomes usou o item pelo calor e pela representatividade
Foto: Ismael Soares

De vários modelos

E a diversidade entre os leques vistos no primeiro dia de Carnaval também concedeu novas cores à cidade. Michelle Delarte apontou que mesmo com a chuva, por exemplo, o leque ajudou bastante no momento de se refrescar entre a multidão foliã.

"Está muito quente! Eu não saio sem esse leque de jeito nenhum. Já saio com ele em muitos carnavais e ele faz muito sucesso, sabe? Todo mundo quer o meu leque e agora esses dias ele tem feito muita diferença, ainda que tenha chovido hoje", comentou ela. 

Legenda: Leque também virou adereço de beleza no Carnaval de Fortaleza
Foto: Ismael Soares

No Aterrinho da Praia de Iracema, próximo da brisa do mar, o leque também surgiu, ainda em um cenário mais fresco. Foi Talita Bezerra uma das poucas que carregou o item debaixo do braço, quase como algo essencial para se proteger na festa.

"Eu tenho vários leques, cada um de uma cor diferente. Acho cômodo demais trazê-lo e sinto que o Carnaval de Fortaleza antes não era tão aproveitado e agora tem mais gente, música boa, segurança, o que vale a pena o nosso esforço de vir e aproveitar", finalizou. 

Confira mais registros:

Legenda: No Mercado dos Pinhões, muitos foram os que elegeram o item como peça no visual
Foto: Ismael Soares

Legenda: No Aterrinho da Praia de Iracema, o acessório foi destaque
Foto: Kid Júnior

Legenda: Da esquerda para a direita: Aline Montenegro, professora; João Henrique Viana, professor; e Ricardo Carneiro, assessor pedagógico
Foto: Ismael Soares

Legenda: O publicitário Luca Albuquerque incorporou o leque ao look no Carnaval do Benfica
Foto: Ismael Soares

Assuntos Relacionados
Nós, nordestinos, estamos alcançando mais espaço nas produções audiovisuais brasileiras ou continuamos sendo atropelados pela Máquina-Sudeste?
Silvero Pereira
28 de Fevereiro de 2024