Veja as estatais que pagam os maiores salários no Brasil; ganhos chegam a R$ 106 mil

Ministério da Economia divulgou relatório com os maiores salários entre as estatais brasileiras

Escrito por Redação,

Negócios
Legenda: Petrobras ocupa o primeiro lugar do pódio com salário máximo de R$ 106.189
Foto: Agência Petrobras

A Petrobras é a empresa que paga o maior salário entre as estatais do País, com proventos de R$ 106.189. A informação consta no Relatório de Benefícios das Empresas Estatais Federais (Rebef), produzido pela Secretaria Especial de Desestatização, Desinvestimento e Mercados (SEDDM), do Ministério da Economia.

Completam o pódio o Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), com salário máximo de R$ 76.650; e a Eletrobras, com salário de até R$ 71.154.

Os 3 maiores salários em estatais

  • Petrobras - R$ 106.189
  • BNDES - R$ 76.650
  • Eletrobras - R$ 71.154

Maior salário médio

Considerando a remuneração média, a Empresa Brasileira de Administração de Petróleo e Gás Natural S.A. detém a maior cifra, pagando, em média, R$ 31.335 aos funcionários. O BNDES volta a aparecer em segundo lugar, com remuneração média de R$ 29.230.

Em seguida, aparece a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba, com salário médio de R$ 20.734.

Menores salários

Ainda de acordo com o Ministério da Economia, os Correios pagam, em média, R$ 4.118 por funcionário. O maior salário da empresa é de R$ 49.676, e o menor é R$ 1.363. É o segundo menor salário médio entre as estatais, perdendo apenas para a Indústria de Material Bélico do Brasil (Imbel), com R$ 2.580.

De acordo com o relatório, as estatais chegam a pagar aos funcionários R$ 1.262 - caso do BNDES - para o custeio da educação dos filhos com idade até 17 anos e 11 meses.

Outros benefícios listados no relatório

  • Alimentação: Banco do Brasil paga 13 cestas de R$ 655 por ano e auxílio-refeição mensal de R$ 831 sem descontos
  • Adicional noturno: BNDES paga 35% e Caixa paga 50%. A CLT prevê 20%.
  • Vale-transporte com participação de 4% do emprego em diversas estatais quando a CLT prevê desconto de até 6%.
  • Complemento de auxílio-doença/acidente: Eletrobras paga diferença entre remuneração mensal e o benefício do INSS.
  • Hora extra: Caixa paga 100% em agências com até 20 empregados quando a CLT prevê 50% (dias de semana).

Indenização por assalto ou sinistro

- Banco do Brasil paga R$ 228 mil por morte ou invalidez permanente do funcionário ou dependente;
- Caixa paga R$ 194 mil;
- Banco do Nordeste paga R$ 179 mil.

Assuntos Relacionados