Saques do auxílio emergencial voltam a ser liberados nesta segunda

Ao todo, serão liberadas retiradas para 34,3 milhões de pessoas

Auxílio Emergencial
Legenda: Nesta segunda, podem sacar a os nascidos no mês de março. Dia 6 é a vez de quem nasceu em abril. Para os nascidos em maio e junho, a liberação do saque ocorrerá nos dias 11 e 13, respectivamente
Foto: Agência Brasil

A Caixa Econômica Federal volta a liberar, a partir desta segunda-feira (4), o saque do auxílio emergencial para trabalhadores com direito ao benefício. São pagas parcelas de R$ 600 - ou R$ 300, no caso do auxílio extensão - a quem faz parte dos ciclos 5 e 6.

Essa é a última etapa do pacote de medidas de transferência de renda do governo federal para ajudar a superar a crise econômica causada pela pandemia do coronavírus.

Calendário
Segundo a Caixa, banco responsável pelas contas da poupança social digital onde está o dinheiro, os saques para quem nasceu entre março e dezembro poderão ser feitos seguindo calendário que vai de 4 a 27 de janeiro. Ao todo, serão liberadas retiradas para 34,3 milhões de pessoas.

Nesta segunda (4), podem sacar a verba os nascidos no mês de março. Dia 6 é a vez de quem nasceu em abril.

> Auxílio emergencial: Saque em espécie pode ser feito até janeiro; confira calendário
> Com injeção de R$ 14,3 bi no CE, fim do auxílio terá efeito imediato sobre mais vulneráveis e varejo


Para os beneficiários nascidos em maio e junho, a liberação do saque ocorrerá nos dias 11 e 13, respectivamente. Segundo a Caixa, os beneficiários nascidos em março somam cerca de 3,6 milhões de pessoas. O de abril são 3,4 milhões.

O auxílio emergencial começou a ser pago em abril de 2020 e, inicialmente, teria três parcelas de R$ 600, que, depois, foram ampliadas para cinco.

No mês de setembro, por meio da medida provisória 1.000, o benefício foi estendido até o dia 31 de dezembro de 2020. O valor é de R$ 300. Mães chefes de família têm direito à cota dupla.

Para saber quanto poderá ser sacado agora em janeiro, o beneficiário pode consultar o aplicativo Caixa Tem. A liberação para movimentar a verba na poupança social digital, também pelo aplicativo Caixa Tem, começou em dezembro.

Nessa fase, era possível pagar contas e boletos com a última parcela do benefício federal.

A poupança social digital aberta pela Caixa não tem tarifa de manutenção e o limite mensal de movimentação é de R$ 5.000.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios