Governo tenta emplacar empréstimo consignado a beneficiários do Auxílio Brasil

Pauta foi levada aos bancários, mas governo enfrenta resistência do empresariado

Escrito por Redação,

Negócios
Close na mão de homem que segura leque de dinheiro em frente a uma agência da Caixa
Legenda: Empresariado não recebeu bem a ideia de emprestar para o público baixa renda
Foto: Thiago Gadelha / SVM

O Governo Federal estuda a concessão de empréstimo consignado a beneficiários do Auxílio Brasil — rebatizado Bolsa Família. Conforme apuração do Valor Econômico, o Ministério da Cidadania tem sondado alguns bancos para a operacionalização do serviço. As instituições financeiras, contudo, não demonstraram interesse. 

Segundo apurou o jornal, o plano do governo é leiloar o direito de participar do pagamento do auxílio, a exemplo da folha de pagamento do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Neste modelo, as instituições financeiras pagariam para ter acesso a essa clientela. 

Uma proposta que não agradou os bancários, que não viram vantagem neste negócio devido ao perfil destes clientes: baixa renda. 

Ao Valor, a Federação Brasileira de Bancos Febraban afirmou não ter conhecimento dos detalhes e das condições operacionais do pagamento do Auxílio Brasil. Já a Caixa não comentou o assunto. 

Telegram

Antes de ir, que tal se atualizar com as notícias mais importantes do dia? Acesse o Telegram do DN e acompanhe o que está acontecendo no Brasil e no mundo com apenas um clique: https://t.me/diario_do_nordeste

Assuntos Relacionados