Golpe do Pix cresce 350% em dois meses; saiba como se proteger

Uma das maneiras que as vítimas podem cair em golpes é baixando um aplicativo falso

Escrito por Redação,

Negócios
Golpe do Pix aumenta 350% em dois meses
Foto: Agência Brasil

O número de tentativas de golpe do Pix aumentou mais de 350% entre abril e maio deste ano, segundo dados da pesquisa da PSafe, empresa líder em cibersegurança na América Latina. O percentual se deu em comparação com o período entre fevereiro e março.

O estudo mostra que os ataques mais comuns são de phishing, em que os criminosos personalizam mensagens e ligações com dados pessoais vazados para enganar vítimas e obter informações confidenciais.

Os golpistas usam esses dados para facilitar a clonagem de cartão de crédito, abertura de contas e outras transações financeiras. Uma das maneiras que as vítimas podem cair em golpes é baixando um aplicativo falso que dará mais acesso dos cibercriminosos às informações pessoais.

Saiba como evitar golpes no pix

  • Não clicar em links enviados por SMS, e-mail ou aplicativos de mensagens de texto;
  • Não compartilhar senhas de acesso aos canais de atendimento da instituição;
  • Não atender telefonemas nem trocar mensagens com pessoas que se dizem funcionárias da instituição detentora da sua conta;
  • Não navegar em sites suspeitos;
  • Não baixar aplicativos diferentes do aplicativo oficial da instituição detentora da sua conta.

Além disso, o BC disponibiliza em sua página e em suas redes sociais informações sobre como se proteger dos variados tipos de golpes.

ASSISTA VÍDEO QUE EXPLICA COMO EVITAR GOLPES ENVOLVENDO PIX

TELEGRAM

Antes de ir, que tal se atualizar com as notícias mais importantes do dia? Acesse o Telegram do DN e acompanhe o que está acontecendo no Brasil e no mundo com apenas um clique: https://t.me/diario_do_nordeste

Assuntos Relacionados