Como aproveitar as melhores ofertas da Black Friday sem cair em ciladas

O grande fluxo de vendas e descontos podem encobrir o risco de cair em golpes e ter dados pessoais clonados, saiba como se proteger.

Legenda: É preciso avaliar o custo total do produto antes de decidir comprar online ou presencial.
Foto: Foto: José Leomar

A Black Friday acontece mundialmente no dia 27 de novembro e deve ter um gosto especial para o comércio em 2020.

Com a pandemia de Covid-19 e a necessidade de isolamento social rígido, a iniciativa pode ser uma das grandes aliadas da retomada econômica, mas exige cuidado dos consumidores. 

O grande fluxo de promoções e os descontos exorbitantes pode ser uma cortina de fumaça para esconder distorções nos preços - conhecida jocosamente como "metade do dobro” - e até golpes envolvendo dados pessoais.

Para ajudar a sanar dúvidas sobre a assunto, o Diário do Nordeste elaborou uma lista esclarecendo perguntas frequentes sobre a Black Friday. Confira: 

  • Como saber se o desconto oferecido no produto é real?

Monitore previamente. Se você já pretende comprar algum produto específico e está esperando a oportunidade da Black Friday para conseguir um bom preço, é importante monitorar os valores antes, para saber exatamente o que é desconto ou não.

  • Como saber se um site é confiável? 

Procure conhecer clientes anteriores, mesmo que seja na internet. É importante ler as avaliações e as experiências de compra das pessoas que já utilizaram o site. Isso evita que você seja atingido por um problema recorrente.

  • Vale mais a pena comprar na loja ou no site?

É necessário antes de decidir o modelo (presencial ou online) fazer o custo total da compra. A maior parte das lojas cobram taxas de envio e nelas podem estar embutidos os descontos oferecidos no produto. Por isso é importante, sempre que possível, comprar os dois preços.

  • Posso trocar produtos comprados na Black Friday?

Depende. As lojas não são obrigadas a realizar troca de produtos sem que haja defeito, por isso é importante procurar pelas as políticas de compra, mesmo que elas estejam nas letras pequenas.

  • O que posso fazer para evitar cair em golpes? 

Alguns cuidados precisam ser adotados independente da época do ano, mas devem ser redobrados em períodos de grande fluxo de compras, como a Black Friday. São eles: se possível, utilizar cartão virtual; não utilizar wi-fi público para realizar compras e checar a procedência de emails, principalmente aqueles que vão parar no spam.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios


Egídio Serpa 22 de Janeiro de 2021