Bandeira vermelha: veja dicas de como gastar menos energia elétrica em casa

Comprar eletrodomésticos mais econômicos, investir na manutenção dos equipamentos estão entre os cuidados para otimizar o consumo diário de energia

Legenda: A partir de dezembro, Aneel acionou a bandeira vermelha em segundo patamar, o que adiciona uma taxa extra de R$ 6,243 a cada 100 kWh consumido
Foto: Daniel Roman

Com o retorno do sistema de bandeiras tarifárias a partir de hoje (1º), a conta de luz deverá ficar mais cara em dezembro. Por questões de abastecimento, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) acionou a bandeira vermelha em segundo patamar, o que adiciona uma taxa extra de R$ 6,243 a cada 100 kWh consumido

Para ajudar o consumidor a reduzir os gastos com energia a partir desse mês, a reportagem separou uma série de dicas elaboradas pela Enel Distribuição Ceará para diminuir o consumo no dia a dia. 

Vejas as dicas gerais:

  • Dê preferência para lâmpadas LED; elas consomem menos e duram até dez vezes mais  
  • Na hora de comprar um eletrodoméstico, verifique se ele possui o Selo Procel de Economia de Energia classe A  
  • Não ligue muitos aparelhos na mesma tomada com o uso de extensões ou T's, pois isso pode provocar aquecimento nos fios, causando desperdício de energia e até mesmo acidentes graves  
  • Desligue o ventilador e/ou umidificador de ar sempre que deixar de usar o ambiente 

A Enel também informou que é importante ter cuidados com os eletrodomésticos específicos a partir desse mês. Buscar manutenções periódicas e fazer a limpeza dos componentes são bons hábitos para se manter durante os períodos de elevação de custo de energia.

Ar condicionado

  • Escolha modelos mais econômicos, com selo Procel e classificação A
  • Evite entrada de sol no ambiente refrigerado e instale o aparelho em local com boa circulação de ar
  • Ajuste a temperatura para em torno de 23°C 
  • Mantenha os filtros de ar limpos  
  • Compre o equipamento com potência adequada ao tamanho do ambiente onde pretende instalá-lo 

Curiosidade: Um aparelho do tipo Split, com potência entre 10.000 e 15.000 BTU’s, usado 8 horas por dia, consome em média 194 kWh no mês. 

Geladeiras, freezers, adegas e cervejeiras:  

  • Faça revisões periódicas, com profissionais capacitados. Verifique a condição das borrachas de isolamento das portas e  dos sensores de temperatura, para evitar consumo excessivo 
  • Evite abrir os equipamentos com frequência, pois o ar quente exige mais energia para resfriar e atingir novamente a temperatura ajustada 
  • Não utilize a parte de trás para secar objetos  
  • Mantenha as saídas de ar do congelador desobstruídas
  • Não forre as prateleiras, isso dificulta a circulação interna do ar 
  • Instale o aparelho em um local bem ventilado, longe do fogão, aquecedor e áreas expostas ao sol   

Chuveiro elétrico

  • Feche a torneira para se ensaboar  
  • Tome banhos rápidos e, se possível, com a chave de temperatura na posição "verão", o que pode reduzir o consumo em até 30% 
  • Compre sempre chuveiros de menor potência (2 a 6 kW), que são eficientes e consomem menos 
  • Limpe com frequência os orifícios de saída de água. Se não estiverem limpos, haverá menos água e o chuveiro terá que ficar mais tempo ligado
Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios