Auxílio emergencial: Caixa vai informar datas da 5ª, 6ª e 7ª parcelas via WhatsApp

Serão 500 milhões de mensagens gratuitas para beneficiários que não precisam ter créditos ou plano de dados para receber as informações

Auxílio Emergencial 2021
Legenda: Para receber o comunicado é necessário que o beneficiário tenha cadastrado o número de celular no aplicativo Caixa Tem
Foto: Fabiane de Paula

As datas das três novas parcelas do auxílio emergencial 2021 ainda não foram divulgadas pelo governo, mas não será por falta de aviso que quem tem direito ao benefício deixará de saber os dias em que receberá o dinheiro.

Mensagens por WhatApp enviadas pela Caixa Econômica Federal informarão aos beneficiários sobre as datas de depósitos e de liberação dos saques da nova rodada de pagamentos, contou nesta quinta-feira (15) o presidente do banco, Pedro Guimarães.

Serão 500 milhões de mensagens gratuitas, segundo Guimarães, o que permitirá que até mesmo beneficiários que utilizam o aplicativo e estejam eventualmente sem créditos ou plano de dados ativo possam receber as informações oficiais enviadas pela Caixa.

Para receber o comunicado é necessário que o beneficiário tenha cadastrado o número de celular no aplicativo Caixa Tem.

Cuidados com tentativas de golpes

A Caixa informou que não utiliza mensagens de WhatsApp para pedir informações como números de documentos ou fotografias.O cidadão deve ficar atento, portanto, à possibilidade de que pedidos de dados por aplicativos de mensagens sejam tentativas de golpes.

Prorrogação do Auxílio Emergencial

A inclusão de mais três meses de pagamentos foi confirmada no início deste mês por meio de um decreto do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Os valores mensais serão os mesmos do benefício pago atualmente: mulheres chefes de família monoparental (criam os filhos sozinhas) recebem R$ 375 e os indivíduos que moram sozinhos (família unipessoal), R$ 150. As demais famílias têm direito a mensalidades de R$ 250.

Para quem recebe o Bolsa Família, o calendário de repasse segue de acordo com o pagamento habitual.

Para o beneficiário que não está inscrito no Bolsa Família, os depósitos terão início neste sábado (17) e seguirão até 30 de julho. Saques e transferências serão autorizados entre 2 e 18 de agosto estarão. A ordem dos pagamentos é estabelecida conforme o mês de nascimento.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios