Atividade econômica do Ceará recua 0,53% em fevereiro, aponta prévia do PIB

O resultado ficou abaixo da média regional, que ainda conseguiu avanço de 0,93%

Legenda: O IBCR é considerado pelo mercado uma prévia do PIB.
Foto: Helene Santos

A atividade econômica cearense sofreu retração de 0,53% em fevereiro em comparação a janeiro deste ano, segundo o Índice de Atividade Econômica Regional do Ceará (IBCR-CE) divulgado esta terça-feira (20) pelo Banco Central (BC). O resultado ficou abaixo da média regional, que ainda conseguiu avanço de 0,93%.

Em relação a fevereiro do ano passado, quando ainda não havia sido confirmado o primeiro caso de Covid-19 no Estado, o indicador recuou 0,18%. O IBCR é considerado pelo mercado uma prévia do PIB.

Mesmo com as baixas, o acumulado do primeiro bimestre de 2021 permanece levemente positivo em 0,16%, diferente consolidado dos últimos 12 meses, que apresenta queda de 2,26%.

A média do Nordeste caiu 0,74% em fevereiro ante igual mês do ano passado. No ano, a retração é de 0,16%.

-2,22%
Retração da economia no Nordeste chega a 2,23% nos últimos 12 meses

Estados vizinhos

Além do Ceará, no Nordeste, as únicas outras unidades da federação inclusas no monitoramento na Região são Pernambuco e Bahia. O estado pernambucano sofreu redução de 0,25% da atividade econômica em fevereiro na comparação com janeiro, mas conseguiu alta de 1,36% ante fevereiro de 2020.

No primeiro bimestre, o resultado é positivo em 2,49% e, mesmo nos últimos 12 meses, Pernambuco alcança leve alta (0,10%).

Já na Bahia, a economia recuou 0,32% em fevereiro ante janeiro e 3,51% em relação a fevereiro do ano passado. Segundo o BC, as perdas no estado são de 2,32% no ano e de 3,57% nos últimos 12 meses.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios

Assuntos Relacionados