DJ Ivis, Nego do Borel, Biel e outros: relembre famosos acusados de violência contra mulheres

Vídeos de cantor e produtor musical agredindo a ex-esposa foram divulgados neste domingo (11)

Escrito por Redação,

Zoeira
Montagem com fotos de DJ Ivis, Nego do Borel e Biel, acusados de agressão conra mulheres
Legenda: DJ Ivis, Nego do Borel e Biel se envolveram em casos de agressão contra mulheres de grande repercussão
Foto: arquivo pessoal; reprodução/Instagram

O caso de agressão de DJ Ivis, 30 anos, contra a ex-esposa, a influencer Pamella Holanda, 27 anos, divulgado neste domingo (11), não é, infelizmente, a primeira denúncia de violência doméstica envolvendo famosos. Nego do Borel, Biel e Johnny Depp, por exemplo, já foram acusados ou até condenados por agredir mulheres com quem se relacionavam.

Nego do Borel

No começo deste ano, a atriz influenciadora Duda Reis acusou o cantor Nego do Borel de agressões e violência psicológica. O caso veio à tona dias depois de o casal anunciar o fim do noivado — o relacionamento, segundo ela, era abusivo e marcado por traições.

Em entrevista ao Fantástico, Duda Reis relatou que as agressões eram constantes, "principalmente as verbais". "Ele quebrava as coisas da casa, quebrou uma porta no meio com cabeçada. Ele dizia que quebrava as coisas para não me quebrar. Ele me chutava e fiquei roxa na canela", salientou. 

O cantor negou todas as acusações. Ele foi intimado pelo Departamento Geral de Polícia de Atendimento à Mulher (Deam), no Rio de Janeiro, para se posicionar quanto a agressões feitas à ex-noiva e também à ex-namorada Swellen Sauer.

Biel

O cantor Biel também foi acusado de agressão pela ex-esposa, a modelo Duda Castro. Em 2018, o casal se envolveu em uma briga no apartamento em que morava, em Los Angeles, a qual chegou a ser registrada em vídeo pela irmã do cantor.

A modelo relatou ter sofrido inúmeras agressões ao longo do relacionamento, que teria sido idealizado pelo artista para que ele conseguisse se estabelecer nos Estados Unidos.

Algum tempo depois, a Justiça de São Paulo determinou medida protetiva a favor de Duda, e Biel passou a ter de manter distância mínima de 200 metros dela.

Victor Chaves

O sertanejo Victor Chaves, da dupla com Léo, se envolveu em caso de agressão contra a esposa, Poliana Bagatini Chaves, grávida à época. As agressões chegaram a ser registradas em imagens de câmera de segurança.

Em fevereiro de 2017, Poliana buscou uma delegacia afirmando ter sido jogada no chão e chutada pelo cantor. O condomínio, após ser buscado pela Polícia, não quis fornecer a gravação, tendo sido necessária uma determinação judicial para as imagens serem acessadas. Dois dias após a denúncia, porém, Poliana publicou uma carta defendendo o marido.

Sertanejo Victor Chaves
Legenda: Em fevereiro de 2017, o sertanejo Victor Chaves, da dupla com Léo, se envolveu em caso de agressão contra a esposa, Poliana Bagatini Chaves, grávida à época
Foto: Divulgação

Chimbinha

A cantora Joelma relatou, em 2015, em entrevista ao Fantástico, que o guitarrista Chimbinha, então marido e parceiro de banda, tentou jogá-la do segundo andar de uma casa no Recife, em Pernambuco. Na época, ela disse não ter denunciado o marido por vergonha e pela família.

Após se separarem, cada um seguiu seus rumos no meio artístico. Chimbinha chegou, inclusive, a formar uma nova banda, a Cabaré do Brega, cuja vocalista deixou o grupo após acusar o guitarrista de agressão em um estúdio em Belém, no Pará.

Dado Dolabella

O ator Dado Dolabella, 40 anos, foi condenado pela Lei Maria da Penha por agredir, em 2008, a atriz Luana Piovani, 44 anos, então namorada dele, em uma boate no Rio. A pena foi de dois anos e nove meses de prisão em regime aberto.

Segundo a Folha de S. Paulo, ele também bateu em uma camareira dela. O ator chegou a ser preso novamente, em 2017, devido a uma dívida de pensão alimentícia, estimada em R$ 190 mil.

Netinho de Paula

O cantor Netinho de Paula estampou os jornais em 2005 após se envolver em um caso de violência doméstica contra a então esposa, a decoradora Sandra Figueiredo. Na época, foram divulgadas imagens do rosto da companheira completamente machucado.

Conforme o portal UOL, o artista admitiu a autoria dos golpes, classificados por ele como um "ato covarde", mas tentou culpar a vítima. Após as polêmicas, Netinho se converteu ao evangelismo e percorreu um caminho religioso.

Cantor Netinho de Paula
Legenda: O cantor Netinho de Paula também se envolveu em um caso de violência doméstica, em 2005, contra a então esposa, a decoradora Sandra Figueiredo
Foto: Divulgação

Johnny Depp

O ator estadunidense Johnny Depp, 58 anos, conhecido por protagonizar os filmes da franquia "Piratas do Caribe", também é acusado de violência pela ex-esposa, a atriz Amber Heard, 35 anos. Ela afirma que Depp, na época do divórcio, ele usava drogas e era agressivo, chegando a agredi-la verbal e fisicamente.

Com as denúncias, o tabloide britânico The Sun listou 14 episódios de agressão contra Amber e taxou Depp como "espancador de mulheres". O ator decidiu processar a publicação por difamação, porém perdeu a causa.

Johnny Depp também abriu um processo contra a ex pelo mesmo motivo, mas o julgamento está previsto apenas para o ano que vem. O ator, no entanto, perdeu um dos processos movidos pela ex-esposa por violência, segundo a revista Marie Claire.

Chris Brown

O rapper estadunidense Chris Brown também já esteve no centro das discussões sobre violência doméstica após agredir a cantora e empresária Rihanna, em 2009, então namorada dele. Na época, a cantora chegou a ser hospitalizada para se recuperar dos ferimentos.

O caso, entretanto, só foi encerrado em 2015, após Brown se declarar culpado e ser condenado. Ele cumpriu serviços comunitários e passou alguns dias na prisão. De lá para cá, chegou a ser preso por estupro contra uma jovem de 24 anos e, mais recentemente, envolveu-se em outro caso de agressão.