Chá de canela: benefícios, como fazer e quem não pode tomar

Especiaria atua nos sistemas respiratório, digestivo, circulatório e urinário

Chá de canela
Legenda: Consumo da bebida e de outras receitas com o condimento aromático pode trazer série de benefícios
Foto: Arquivo/Diário do Nordeste

Condimento aromático que pode ser utilizado em diversas receitas, sejam elas doces ou salgadas, a canela é uma especiaria asiática vinda do Sri Lanka que traz uma série de benefícios se usada regularmente, inclusive, no formato de chás, cafés e licores. 

Ela é feita a partir da parte interna da casca do tronco da árvore da espécie Cinnamomum. No Egito Antigo, era rara e valiosa, a ponto de ser considerada digna de presente a ser dado aos reis.

A canela é muito usada no preparo tanto das receitas doces — bolos, sobremesas e tortas, por exemplo — quanto das salgadas, como pratos considerados típicos da Turquia e do Oriente Médio. 

Há dois tipos de canela: a canela-do-ceilão, tratada como a "verdadeira", e a canela-cássia, o tipo que é mais facilmente encontrado, chamado apenas de "canela".

O condimento aromático é extraído de lascas que secam e formam tiras que se enrolam. Daí o nome "canela em pau". No entanto, existe também a canela em pó.

Propriedades

Rica em mucilagem, cumarina e tanino, ela tem propriedades consideradas antioxidantes, anti-inflamatórias, antibacterianas, antivirais, antifúngicas, antiespasmódicas, anestésicas e probióticas.

De acordo com a professora e terapeuta Ayurveda Euclícia Queiroz, a especiaria trazida do Oriente Médio atua nos sistemas respiratório, digestivo, circulatório e urinário.

"Ela é anti-inflamatória, combate o envelhecimento precoce por ser super antioxidante (é rica em polifenóis), otimiza as taxas de açúcar e de colesterol no sangue e protege os neurônios", informa.

O mais importante ao adquirir a canela, segundo Euclícia Queiroz, "é verificar sua pureza, principalmente quando se trata da canela em pó, pois é muito comum encontrar mistura ao pó de canela amido de amido ou outro pó".

Chá de canela
Legenda: Especiaria asiática vinda do Sri Lanka que traz uma série de benefícios se usada regularmente
Foto: Shutterstock

O chá de canela serve para:

  • Ajudar a controlar a diabetes porque regula os níveis de açúcar no sangue;
  • Tratar diarreias e melhorar transtornos digestivos como gases intestinais e problemas espasmódicos;
  • Agir contra infeções das vias respiratórias, pois ele é um expectorante natural;
  • Reduzir a fadiga e otimizar o estado de ânimo, já que eleva a resistência ao estresse;
  • Combater o colesterol, por causa dos antioxidantes;
  • Auxiliar na digestão dos alimentos, especialmente se o chá de canela for misturado com mel, pois tem substâncias que tornam o processo mais fácil;
  • Reduzir o apetite porque é rico em fibras;
  • Diminui o acúmulo de gordura, pois o chá de canela otimiza a sensibilidade dos tecidos à ação da insulina;
  • Aumenta a sensibilidade e, consequentemente, o prazer, o que favorece a relação sexual;
  • Reduzir pressão arterial, já que tem propriedades que auxiliam no relaxamento dos vasos sanguíneos.

Outros benefícios

  • Acelera o metabolismo

A canela pode ser algo muito positivo para alguém que está em uma situação de apatia, estado mental depressivo, letárgico, tamásico.

No entanto, pode ser muito prejudicial para uma pessoa predominantemente agitada, ansiosa e já com o estado mental acelerado ou estressado.

Isso não significa que ela não poderá consumir canela, apenas que deverá consumir com cautela, conforme a terapeuta Ayurveda.

  • Auxilia contra a constipação intestinal

A canela pode ser muito benéfica para pessoas que sofrem com constipação intestinal (prisão de ventre).

  • Combate às cólicas menstruais

A canela estimula a produção de glicina, um aminoácido capaz de reduzir espasmos musculares, o que contribui para o relaxamento do útero. Além de ser um anti-inflamatório natural

A atitude mais inteligente é trazer a canela para o seu dia a dia, não consumir apenas quando estiver com dor. As especiarias são poderosas, mas elas demandam um tempo para fazer o efeito desejado, elas atuam ainda melhor a médio e longo prazos.

"Portanto, inclua a canela em suas receitas ou consuma chá de canela duas ou três vezes por semana. Sugestão: substitua um dos cafezinhos por um chá de canela", explica Euclícia Queiroz.

Quando se pode consumir:

  • Não consumir quando se está com febre ou febril
  • Evitar quando se está muito agitado
  • Evita em ambientes e horários de temperaturas muito altas
  • Pessoas ansiosas podem consumir em quantidades menores
  • Pessoas com pressão alta devem consumir em pequenas quantidades
  • Evitar beber após às 16h

Quem não pode

Não há contraindicação absoluta para que determinadas pessoas não tomem o chá de canela. O que se sabe, baseado em um estudo feito em ratos, é que o óleo essencial de canela tem efeitos abortivos. Entretanto, o efeito em seres humanos pode não ser necessariamente igual ao que foi notado nos ratos.

"Alguns médicos recomendam que grávidas não consumam chá de canela, pois em excesso pode ser abortivo", observa a terapeuta Ayurveda.

Também não há confirmação de que o chá de canela seja prejudicial a pessoas com gastrite ou outros problemas de estômago, por exemplo. 

Vale salientar que pessoas que têm diabetes tipo 1 e que tomam diariamente o chá de canela devem ter cautela, não bebendo quantidades exageradas. O motivo é que ele pode elevar o nível de hipoglicemia, quando os níveis de açúcar no sangue ficam muito baixos.

Pessoas que tomam anticoagulantes são aconselhadas a não ingerirem cumarina, substância que é encontrada na canela. Desta forma, não é recomendado que bebam o chá.

Caso tomem, elas devem utilizar somente uma pitada de canela. Hipertensos devem consultar o médico para saber se o chá traz ou não risco à saúde.

Chá de canela
Legenda: Embora não haja contraindicação absoluta para que determinadas pessoas não tomem o chá de canela, ele deve ser ingerido com cautela
Foto: Shutterstock

Qual é o melhor tipo de canela?

Nem todas elas são cultivadas da mesma forma. A canela-cássia, tida como a "verdadeira', tem muita cumarina, o que pode ser prejudicial se a pessoa ingerir grandes doses.

Já a canela-de-ceilão é melhor no tocante ao aspecto mencionado acima, já que tem menos cumarina do que a canela-cássia. Contudo, toda canela apresenta benefícios para a saúde.

Como fazer o chá de canela em pau

Ingredientes:

  • 1 canela em pau;
  • 1 xícara de água.

 

Modo de fazer:

  • Coloque o pau de canela em uma xícara com a água fervente e deixe lá por 10 minutos;
  • Retire o pau de canela e beba até três xícaras diariamente, antes das refeições;
  • Se o gosto estiver muito intenso, há como deixar o pau de canela menos tempo na água fervente, ou adicionar gotas de limão, ou fatias de gengibre.

Como fazer o chá de canela em pó

Ingredientes:

  • 1 colher de sopa (20g) de canela em pó;
  • 1 xícara (240mL) de água.

 

Modo de preparo:

  • Ponha 1 colher de sopa (20g) de canela em pó em uma xícara (240mL) e adicione água fervente;
  • Tampe a xícara e deixe passar 10 minutos;
  • Mexa com uma colher e beba morno;
  • Pode adoçar a gosto, com açúcar, adoçante, mel, entre outros). 

 

Euclícia Queiroz é terapeuta Ayurveda, bailarina e professora de ashtanga yoga e de ballet. Formou-se como terapeuta na Escola Yoga Brahma Vidyalaya (MG) em 2018. Em 2019 passou uma temporada na Índia para aprofundar seus estudos em psicologia ayurvédica (Himalaias) e em casos clínicos no Dr. D. Y. Patil College of Ayurveda & Reseach Centre (Pune). Atualmente dirige seu próprio shala em Fortaleza, Lótus&Plié, onde ministra aulas de ashtanga yoga e ballet, realiza atendimentos em Ayurveda e promove eventos relacionados a arte e espiritualidade.