Julgamento do marco temporal no STF é suspenso pela quarta vez

A pauta decidirá sobre a demarcação de terras indígenas no Brasil

Escrito por Redação,

PontoPoder
Manifestação contra o marco temporal indígena em Brasília
Legenda: Novas manifestações contra a tese devem acontecer nesta quinta-feira
Foto: AFP

O julgamento do marco temporal indígena foi suspenso nesta quarta-feira (2) pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Segundo o presidente da Corte, Luiz Fux, havia muitas pendências a serem avaliadas pelos ministros. A pauta será retomada nesta quinta-feira (9). As informações são da CNN

Fux informou que o relator do caso, ministro Edson Fachin, deve ler seu voto amanhã. Essa é quarta sessão para discutir a ação a ser suspensa no STF.

 

Marco temporal

Apoiado por ruralistas, o marco temporal estabelece que indígenas só têm direito a terras comprovadamente ocupadas antes da Constituição de 1988.