Fortaleza avança na reabertura e Estado entra na fase de transição; 4 cidades mantêm regras rígidas

Comércios reabrem as portas amanhã (8) na Capital. Governo determinou mais rigor em municípios da região norte do Estado

Shoppings retornam com horário reduzido, das 12h às 20h, e restrição do fluxo de pessoas, uso de máscaras, redução de vagas de estacionamento e oferta de álcool em gel
Legenda: Shoppings retornam com horário reduzido, das 12h às 20h, e restrição do fluxo de pessoas, uso de máscaras, redução de vagas de estacionamento e oferta de álcool em gel
Foto: Helene Santos

Com a ampliação da reabertura da economia a partir da entrada de Fortaleza na fase 1 do Plano de Retomada Responsável das Atividades Econômicas e Comportamentais do Estado e dos demais municípios na fase de transição, amanhã (8), atividades que compõem cerca de 85% do Produto Interno Bruto (PIB) do Ceará estarão em funcionamento. Além disso, mais de 66,9 mil empregos serão liberados a partir desta segunda-feira, totalizando 1,02 milhão de trabalhadores formais, 69,6% da força de trabalho cearense.

"Há uma melhoria significativa dos indicadores na Capital, tanto de incidência, de número de casos, de óbitos. Mas há uma preocupação no interior, principalmente na região Norte do Estado", afirmou, ontem (6), o governador Camilo Santana ao anunciar a flexibilização no Estado.

Por isso, ele decidiu manter o isolamento rígido - o chamado lockdown - em Sobral, Itarema, Acaraú e Camocim, além de recomendar que cidades dessas microrregiões desses municípios também estabeleçam medidas mais rígidas de isolamento.

Prorrogado por mais sete dias, o decreto de isolamento social, que viabilizará nos demais municípios cearenses a reabertura de segmentos como a construção civil, parte do comércio e da indústria, permitidos na transição, foi publicado no fim da noite desse sábado (6)

Em Fortaleza, a fase 1 da retomada permitirá o funcionamento de comércios e shoppings, serviços de contabilidade, auditoria e advocacia com algumas limitações, como efetivo e horário de trabalho reduzidos, além do "controle da circulação de funcionários e clientes por parte dos estabelecimentos comerciais". Segmentos que já foram liberados para operar na transição poderão ampliar de 20% para 40% o efetivo pessoal. O uso de máscaras continua obrigatório em todo o Estado.

O governador ressaltou que a continuidade do avanço do plano de retomada, que conta ainda com mais outras três fases, dependerá do ritmo de disseminação da Covid-19 nas próximas semanas. "Para que a gente possa avançar nas outras fases, depende muito do comportamento das empresas, mantendo o rigor dos procotolos, os cuidados de higienização, e também das pessoas, que só saiam de casa em extrema de necessidade", apontou.

"A gente continua do mesmo jeito, em isolamento social. Frequentar calçadões, espaços públicos, praias, feiras livres não é permitido. É muito importante que a gente só saia de casa se tiver a obrigação e a necessidade de fazê-lo", disse Roberto Cláudio.

O prefeito da Capital reforça que o processo de reabertura da economia é lento. "Iniciaremos um processo lento e progressivo e bastante específico de abertura. Não é um libera já. É nessa fase que a responsabilidade e consciência de cada um pode fazer a diferença".

Fase 1

Segundo o secretário do Desenvolvimento Econômico e Trabalho do Ceará (Sedet), Maia Júnior, ainda não há condições de avaliar a atividade econômica com uma semana de retomada. "Não temos informação de faturamento e recuperação do PIB do Estado, e vai demorar a sair isso. Com a fase 1, estaremos próximos de 85% da economia liberada. Em número de empregos a gente está liberando quase 70%", explicou.

O secretário ainda reforçou que o processo de reabertura depende dos indicadores de saúde. "Se os indicadores continuarem evoluindo, se os números permanecerem com a base do dia de hoje, eu diria que as fases serão cumpridas nas datas previstas, pelo menos na Grande Fortaleza".

Região Norte

Em Sobral, o prefeito Ivo Gomes prorrogou o decreto municipal de isolamento social rígido até o próximo domingo (14). O feriado de Nossa Senhora da Conceição, que é comemorado no município em 8 de dezembro, foi antecipado para a próxima sexta-feira (12).

A prefeitura de Camocim disse que vai seguir a orientação do Governo. Acaraú informou que só vai se pronunciar sobre o decreto hoje (7). E até o fechamento desta edição, Itarema não se posicionou.

gráfico regras isolamento