Diretor demite 900 funcionários por teleconferência: 'você faz parte do grupo azarado'

O executivo teria justificado a demissão em massa com a eficiência do mercado, desempenho e produtividade

Escrito por Redação,

Negócios
Vishal Garg, CEO da Better.com
Legenda: A rescisão dos contratos teve efeito imediato, segundo o diretor, e os trabalhadores afetados foram avisados que iriam receber um email com informações sobre benefícios e indenizações.
Foto: Divulgação/Better.com

O diretor-presidente da Better.com, uma empresa de hipoteca, Vishal Garg, anunciou a demissão de 900 funcionários através de uma teleconferência no Zoom.

O comunicado ocorreu na última quarta-feira (1º) a cerca de 9% do quadro de funcionários, segundo informações do Valor.

"Se você está nesta teleconferência, você faz parte do grupo azarado que está sendo demitido"
Vishal Garg
CEO da Better.com

A rescisão dos contratos teve efeito imediato, segundo o diretor, e os trabalhadores afetados foram avisados que iriam receber um email com informações sobre benefícios e indenizações.

Os demitidos eram da equipe de recrutamento, equidade e inclusão da companhia.

O diretor financeiro da Better.com, Kevin Ryan, emitiu um comunicado admitindo desconforto ao realizar as demissões, especialmente antes das festas de fim de ano.

Ainda assim, ele afirmou que "um balanço patrimonial com poucas dívidas e uma força de trabalho reduzida e focada nos permitiram entrar em um mercado de propriedade residencial em evolução radical".

Garg teria justificado a demissão em massa com a eficiência do mercado, desempenho e produtividade.

No entanto, outras publicações, como a da revista de negócios Fortune, revelaram que o executivo teria acusado os funcionários de roubar colegas e clientes por trabalharem somente duas horas por dia e estarem com a produtividade baixa.

A Better.com anunciou em maio deste ano que iria abrir capital. Na semana passada, a empresa recebeu US$ 750 milhões como parte do negócio.

A expectativa é que a companhia registre mais de US$ 1 bilhão em seu balanço patrimonial.

Assuntos Relacionados