Consulta a informações do Cadastro Positivo começa hoje

A partir desta quarta, segundo o SPC Brasil, empresas poderão consultar o histórico de crédito e de pagamento dos consumidores. O novo serviço poderá, de acordo com estimativas, movimentar R$ 29 bilhões na economia do Ceará

Legenda: Entre as informações que poderão ser consultadas, estão o score de crédito e o índice de pontualidade de pagamento do consumidor
Foto: Foto: Kléber A. Gonçalves

A partir desta quarta-feira (15), os cearenses que optaram por manter o nome no Cadastro Positivo terão os dados analisados por instituições financeiras, comerciantes e demais empresas que trabalham com concessão de crédito, segundo avisou o SPC Brasil - responsável pelo cadastro dos dados juntamente com Serasa Experian, Boa Vista e Quod.

Previsões anteriores da Associação Nacional dos Bureaus de Crédito (ANBC) prometem benefícios para 947 mil cearenses, que estariam inseridos dentro dos 5,5 milhões de nordestinos impactados pelo novo serviço. A Região, segundo destaca pesquisa elaborada no ano passado, deve ser a mais beneficiada com a criação da lista nacional de bons pagadores.

Já o impacto econômico estimado prevê a movimentação de R$ 29 bilhões na economia do Ceará. No Nordeste o montante é de R$ 182 bilhões e, no País, esse valor poderia chegar a R$ 1,1 trilhão em um período de dez anos.

Como vai funcionar

O cadastro positivo deve funcionar como um consolidador do perfil financeiro dos consumidores brasileiros. Com o projeto em vigor, é esperado que mais pessoas tenham acesso ao crédito e que instituições financeiras ofereçam juros personalizados de acordo com os dados individuais.

Os credores podem consultar cinco tipos de informações: score de crédito do consumidor, que é a pontuação utilizada pelas empresas para avaliar a probabilidade de pagamento; índice de pontualidade de pagamento; índice de comportamento de gastos; e o índice de consultas que o CPF do consumidor tem por segmento de empresas. Também haverá a possibilidade de a empresa credora acessar o histórico consolidado de compromissos financeiros assumidos pelo consumidor, como os valores e as datas de pagamento das faturas de cartão de crédito, crediário, financiamentos e empréstimos - desde que haja o consentimento do próprio consumidor.

Serão cadastrados automaticamente todos os consumidores que possuem operações de crédito em pelo menos um dos cinco maiores bancos do país. A lista inclui Itaú, Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica Federal e Santander.

Como retirar os dados?

Quem optar por não fazer parte do Cadastro Positivo pode, a qualquer momento, solicitar a retirada do programa, assim como a readmissão, ambas de maneira gratuita. Para isso, O contato deve ser feito por meio dos canais de atendimento disponibilizados: presencial ou eletrônico (https://www.Serasaconsumidor.Com.Br/atendimento/).

Após a solicitação de exclusão ser formalizada, o tempo para que os dados sejam desativados é de 2 dias úteis.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios

Assuntos Relacionados