Conselho da Petrobras autoriza convocação de assembleia para destituir Castello Branco

A data será sugerida pelo presidente do conselho da estatal, Eduardo Bacellar Leal Ferreira

Castello Branco Petrobras
Legenda: Efetivada a destituição de Castello Branco do cargo de membro do conselho, os demais sete conselheiros eleitos pelo sistema de voto múltiplo são automaticamente destituídos
Foto: AFP

A Petrobras divulgou, nesta terça-feira (23), que o conselho de administração aprovou, por maioria, a convocação de uma Assembleia Geral Extraordinária (AGE) para deliberar a destituição do atual presidente da estatal, Roberto Castello Branco, do board da companhia.

A data será sugerida pelo presidente do conselho da estatal, Eduardo Bacellar Leal Ferreira. Os conselheiros consignaram seu apoio à atual diretoria executiva e o zelo pela política de preços da estatal.

Segundo o documento divulgado nesta terça-feira (23) na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a reunião extraordinária de acionistas será realizada antes da Assembleia Geral Ordinária (AGO) anual da companhia.

Efetivada a destituição de Castello Branco do cargo de membro do conselho, os demais sete conselheiros eleitos pelo sistema de voto múltiplo - todos os indicados pelo controlador e o advogado Leonardo Antonelli, por preferencialistas - são automaticamente destituídos. Na mesma AGE haverá, então, a eleição de oito membros do conselho e de seu presidente.

Indicação de substituto

A convocação da AGE foi decidida em reunião do conselho de administração realizada nesta terça-feira em resposta a um ofício enviado na sexta-feira pelo Ministério de Minas e Energia. Nele, o governo, controlador da estatal, indicava Joaquim Silva e Luna para substituir Castello Branco.

A indicação será submetida ao processo de análise de gestão e integridade da companhia e objeto de análise pelo Comitê de Pessoas.

Iniciada às 8h30, a reunião ainda segue em curso para deliberar outros assuntos. Na quarta-feira (24), haverá novo encontro dos conselheiros.

Política de preços

No fato relevante, a Petrobras informa que o conselho de administração destacou seu apoio à diretoria executiva da empresa. Ainda presidente da estatal, Castello Branco participou da reunião desta terça-feira.

Os conselheiros informam que o órgão "continuará a zelar com rigor pelos padrões de governança da Petrobras, inclusive no que diz respeito às políticas de preços de produtos da companhia. Os membros da Diretoria Executiva têm mandato vigente até o dia 20 de março de 2021 e contam com o apoio do Conselho".

Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios