Comitiva cearense visita usina de hidrogênio verde na Espanha

De acordo com a Sedet, missão representa uma oportunidade para aprofundar conhecimentos no tema para implementação do hub no Ceará

Legenda: Durante a missão, a comitiva também visitou a unidade industrial que será operada pela Iberdrola, controladora da Neoenergia
Foto: Divulgação/Sedet

A convite da Neoenergia, empresa que assinou um memorando com o Governo do Ceará para implantar um projeto de transporte movido a hidrogênio verde, uma comitiva formada pelo Governo do Ceará, Federação das Indústrias (Fiec) e Universidade Federal do Ceará (UFC) viajou a Madri, na Espanha, para visitar projetos relacionados à cadeia do hidrogênio verde.

Entre os projetos que receberam a visita da comitiva está o Centro Nacional do Hidrogênio, financiado pela União Europeia.

"Está sendo um momento muito rico. Uma excelente oportunidade de aprofundar os conhecimentos que serão de grande relevância na implantação do nosso Hub de H2V no Ceará", ressaltou a secretária executiva da Indústria da Sedet, Roseane Medeiros.

Os cearenses também conheceram um veículo movido a célula de combustível de hidrogênio verde, que prevê autonomia de 600km com carga de 5kg de H2V e tempo de recarga de 5 minutos.

A comitiva também visitou a unidade industrial que será operada pela Iberdrola, controladora da Neoenergia. A unidade terá na etapa 1 uma potência total de 20MW para o eletrolisador e 35MW para a usina solar fotovoltaica que irá suprir a produção de H2V.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios