Com alta da Selic, confira opções de investimentos mais atrativas

De acordo com especialistas, aplicações em renda fixa devem ter altas de rendimento, mas inflação alta pode frear benefícios

Legenda: Economistas recomendam os investidores a fazerem os cálculos de rendimento em relação à inflação antes de aportar em investimentos em renda fixa
Foto: Agência Brasil

Com a confirmação de mais uma alta da taxa básica de juros, Selic, pelo Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central, os investimentos de renda fixa voltam a receber um ganho de rendimento. Contudo, especialistas alertam para os efeitos da inflação, o que pode trazer aplicações atreladas ao IPCA, por exemplo, como as mais indicadas para os mais conservadores. 

Na última quarta-feira (16), o BC confirmou uma alta já esperada da Selic, de 0,75 pontos percentuais. Com a medida, a taxa básica de juros passou de 3,5% para 4,25%. 

Segundo o presidente do Conselho Regional de Economia do Ceará (Corecon-CE), Ricardo Coimbra, a iniciativa deve aumentar o rendimento de todas as opções de investimento de renda fixa no País. A lista inclui o Tesouro Direto, os CBDs, as Letras de Crédito Imobiliário (LCI) e do Agronegócio (LCA), dentre outras. 

Contudo, Coimbra ponderou que, como as previsões para inflação estão entre 5,5% e 6% neste ano, esses investimentos de renda fixa devem perder um pouco da relevância. 

"Como a tendência do índice inflacionário beirando 5,5% a 6% esse ano, mesmo que se tenha um crescimento do rendimento das aplicações financeiras, elas ainda estarão abaixo da inflação. Colocar recursos em aplicações de renda fixo talvez você não consiga um rendimento acima da inflação", disse.

Opções atreladas à inflação 

Para contornar o cenário, o economista Allisson Martins, comentou que, nesse cenário, os investimentos atrelados à inflação acabam sendo os mais indicados para os investidores conservadores que buscam uma garantia de rendimento. 

"Com essa subida da Selic os investidores devem voltar a pensar em investimentos atrelados à Selic, mas com a inflação elevada se você investir em taxa Selic você ainda perde bastante", disse. 

"Então, nesse contexto de inflação elevada, e com a perspectiva de subida dessa inflação, olhar para o Tesouro IPCA+ é o mais indicado no cenário atual. Títulos atrelados à inflação são mais indicados para quem quer se proteger, já que têm rendimentos", completou.

Veja opções de investimentos que podem estar atrelados à inflação:

  • Tesouro IPCA+
  • LCIs LCAs
  • CRIs e CRAs
  • Fundos de inflação  

Renda variável

As opções em renda variável também se tornam opções interessantes para quem busca rendimentos maiores durante os períodos com taxas de juros baixos. A lista inclui aplicações em ações, fundos de investimento, câmbio e fundos imobiliários. 

Contudo, os especialistas recomendam cautela para buscar investimentos de renda variável, já que eles podem oferecer rendimentos negativos se forem buscados sem muito planejamento. 

Veja opções de investimento em renda variável:

  • Ações
  • Fundos de investimento 
  • Fundos imobiliários
  • Ouro 
  • Câmbio 

A busca por acompanhamento de profissionais do setor financeiro, como os consultores de investimento, pode ser uma boa opção para quem deseja entrar no mercado da renda variável com apoio técnico. 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios