Avião com 90 toneladas de teste de Covid-19 e equipamentos hospitalares chega a Fortaleza

A aeronave veio da China com os insumos que fazem parte da iniciativa do Governo do Ceará para suprir a demanda de atendimento da rede pública de saúde

Legenda: O material foi descarregado logo após o avião pousar no Aeroporto de Fortaleza
Foto: Camila Lima

O avião vindo da China com carregamento de 90 toneladas de insumos hospitalares para atender a demanda do sistema público de saúde do Estado pousou em Fortaleza no início da tarde deste domingo (26). A aeronave, que fez escala em Togo, na África, pousou na Capital por volta das 12h30.

O titular da Secretaria da Saúde do Ceará (sesa), Carlos Roberto Sobrinho, o Dr. Cabeto, foi pessoalmente ao Aeroporto de Fortaleza receber os insumos hospitalares. A lista de itens apresenta testes de identificação do coronavírus e equipamentos de proteção individual. De acordo com ele, os insumos são suficientes para suprir a demanda por Equipamentos de Proteção Indivisual (EPIs) durante três meses no Estado, segundo o secretário da sáude Carlos Roberto Rodrigues Martins Sobrinho, o Dr. Cabeto. Cerca de 40% do material vai ser remetido para municípios do interior onde há maior número de casos da doença.

Legenda: A aeronave, que fez escala na Etiópia, pousou na Capital por volta das 12h30
Foto: Camila Lima

O governador Camilo Santana disse durante transmissão ao vivo em suas redes sociais que está negociando com uma empresa chinesa para comprar novos insumos. O chefe do Executivo Estadual também reforçou a criação de 398 leitos de terapia intensiva (UTI) e 600 enfermarias para atendimento exclusivo de pacientes com Covid-19.

Legenda: Os insumos incluem testes para Covid-19 e Equipamentos de Proteção Individual (EPIs)
Foto: Camila Lima

Na transmissão, Camilo também alertou à população sobre a redução na taxa de isolamento do Estado e fez um apelo para que a população respeite o decreto, que está em vigor até 5 de maio. De acordo com ele, essa queda no índice de distanciamento social pode provocar um colapso no atendimento do sistema de saúde do Estado.

O Estado registrou 327 mortes e 5.833 casos confirmados de Covid-19 em 134 municípios. Os dados foram atualizados às 9h deste domingo na plataforma IntegraSUS, da Sesa.

 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios

Assuntos Relacionados