Após anúncio de fusão, ações da Hapvida sobem 5,29%

Primeiro dia após comunicado da fusão com o grupo Notre Dame Intermédica

Legenda: A combinação criará o maior conglomerado de saúde no País, com um valor de mercado na faixa dos R$ 120 bilhões
Foto: Divulgação

Um dia após os grupos Hapvida e a Notre Dame Intermédica anunciarem a chegada a um acordo para a combinação dos negócios, as ações da empresa cearense subiram 5,29% (R$ 16,32) e as da Intermédica, 3,41% (R$ 89,68) no pregão de hoje da B3.

 A combinação criará o maior conglomerado de saúde no País, com um valor de mercado na faixa dos R$ 120 bilhões. O grupo passará a ter 84 hospitais, 280 clínicas e 257 unidades de diagnóstico por imagem. Além disso, a empresa passará a contar com mais de 13,6 milhões de usuários ativos.

Jorge Pinheiro
Legenda: Jorge Pinheiro, presidente da Hapvida
Foto: Jarbas Oliveira

Com a integração das operações da Intermédica, segundo o presidente da Hapvida, Jorge Pinheiro, a empresa somaria mais R$ 18,2 bilhões, além de um Ebitda (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) R$ 3,8 bilhões, sem considerar sinergias.

Com relação à gestão de sinistralidade, a combinação das duas empresas traria um porcentual de 64,9% (Hapvida possui 59,5%, e Notre Dame 70,1%).

Aprovação do Cade e ANS

Conforme comunicou por vídeo gravado na noite de sábado  (27) e divulgado na manhã de domingo (28), o presidente do Sistema Hapvida, Jorge Pinheiro, lembra que a operação dependerá de aval do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).

Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios