Cid Moreira ironiza acusações de cárcere privado: 'o que tem para comer?'

Jornalista e esposa gravaram vídeo em alusão a denúncia feita em processo judicial movido pelos filhos dele

Cid Moreira deitado em cadeira atuando em vídeo
Legenda: Cid Moreira dialogou com a esposa sobre escolha de pratos para refeição
Foto: reprodução/Instagram

O jornalista Cid Moreira, 93 anos, gravou um vídeo irônico sobre as supostas acusações de que seria mantido em cárcere privado pela esposa, Fátima Sampaio, 53 anos.

No vídeo, o ex-apresentador do Jornal Nacional aparece tomando sol quando a esposa chega, trajando um avental vermelho, avisando que há uma ligação para o marido. Em seguida, ele pergunta: "Escuta, o que tem hoje para comer? Para o almoço?"

Em resposta, Fátima diz que preparará pimentão recheado, prato não muito bem recebido por Cid. "Eu acho meio... Porque o pimentão volta, né?"

A esposa, em seguida, pergunta o que Cid gostaria de comer, e ele escolhe pizza, acrescentando que "sorvete tem que ter sempre".

Acusações de cárcere privado

Nessa quarta (21), o casal gravou e publicou vídeo rebatendo acusações de que Cid Moreira é mantido em cárcere privado por Fátima. A denúncia foi sustentada pelos filhos do ex-apresentador, Roger e Rodrigo.

O casal afirmou, no registro, que está tomando providências legais contra as declarações dos filhos do jornalista. "Estamos tomando providências e estamos tristes, mas em paz" disse Fátima.

Os dois filhos alegaram, em ação judicial, que Cid tem sintomas de demência e a liberdade limitada pela esposa. Conforme Roger, as publicações do pai nas redes sociais são controladas pela madrasta.

O processo requer um pedido de interdição e uma tutela de urgência — os filhos dizem que o pai não teria "mínimas condições" de gerir os próprios bens.

A esposa do ex-âncora ainda comenta que "algumas pessoas não estão acreditando" no amor dela por Cid, frisando que ele, apesar da idade, tem opinião e vontades próprias. Os dois são casados há mais de 20 anos.

Polêmica envolvendo os filhos

A polêmica familiar se iniciou após Roger Moreira, filho adotivo de Cid, comentar publicamente que fora deserdado pelo pai. O motivo, segundo ele, foi a assunção de uma relação não aprovada pelo jornalista.

Seguidamente, Fátima rebateu as declarações de Roger sobre a adoção e a relação dele com o pai. Na ocasião, ela se posicionou afirmando que Cid não poderia comentar o assunto devido ao processo correr em segredo de Justiça.