Mulher de Cid Moreira rebate filho deserdado pelo jornalista: 'foi adotado adulto'

Fátima Moreira comentou declarações de Roger, que mostrou mensagem sobre adoção ter sido 'engano'

Escrito por Redação,

Zoeira
Fátima Sampaio e Cid Moreira em foto do Instagram
Legenda: Nessa terça-feira (13), cabeleireiro concedeu entrevista à Record mencionando relação com apresentador
Foto: reprodução/Instagram

A esposa de Cid Moreira, Fátima Sampaio, rebateu as declarações do filho do jornalista, Roger Moreira, sobre a adoção e a relação dele com o pai. Roger teria sido deserdado pelo ex-apresentador do Jornal Nacional após assumir um relacionamento amoroso. As informações são do portal UOL.

Conforme Fátima, o processo entre os dois corre em segredo de Justiça, e Cid não pode comentar o assunto. Ela, contudo, alegou que a adoção de Roger aconteceu com ele já adulto.

"Ele foi adotado adulto, não foi abandonado bebê pelo Cid. Tinha pai e mãe. Ele deixou pai e mãe para ser adotado pelo Cid e pela tia já adulto", destacou.

Veja versão da esposa de Cid Moreira:

Roger trabalha como cabeleireiro e foi adotado por Cid antes de o jornalista se relacionar com Fátima. Em entrevista à RecordTV, Roger mostrou documento atribuído a Cid Moreira, o qual o deserdava e tirava direitos dele sobre a herança do apresentador.

Print da mensagem
Legenda: Mensagem mostrada durante programa
Foto: Reprodução / TV Record

Ainda de acordo com o cabeleireiro, ele fora deserdado após assumir uma relação com uma pessoa que teria sido o primeiro amor de sua vida. Cid, então, tomou o apartamento e o estúdio que havia dado ao filho. Alegando sofrimento, o jovem questionou o ato: “A gente não pode adotar uma criança e simplesmente abandonar”.

Como se deu a adoção

O cabeleireiro disse que o desejo de adotá-lo partiu do apresentador na época em que Cid era casado com a tia dele. A relação, segundo ele, teria mudado quando o profissional de beleza decidiu viver a própria vida.

Fátima endossou que a adoção de Roger se deu antes do casamento dela com Cid Moreira. "Cheguei na vida do Cid em 2000, nos conhecemos no Ceará e esse moço estava com ele, ainda não era adotado. Já era um moço adulto, e fazia dois anos que ele [Cid] havia se separado da tia desse rapaz — ele é adotado pelo Cid e pela tia", explicou.

Ainda segundo Fátima, Cid conheceu Roger e os dois irmãos dele, tendo ajudado inclusive os pais biológicos de Roger a se instalarem no Rio de Janeiro. Ainda conforme Fátima, Roger, após a volta da família biológica para o Rio Grande do Sul, voltou para o Rio em algumas ocasiões. 

A esposa de Cid pontua que Roger aprendeu a profissão de mixagem, gravação e masterização de CDs, tendo inclusive trabalhado com o pai adotivo. "Conheci ele assim, gravando num estúdio na casa do Cid", relembra, salientando que o filho adotivo viveu com o casal por dois anos e meio, até sair do trabalho com Cid.

Fátima afirma que o afastamento entre os dois ocorreu em razão dos custos de manter o estúdio em que Roger trabalhava. "O Cid fez um estúdio pensando nele, Montou um estúdio para ele ter um futuro, um trabalho. Só que o trabalho dele era de técnico, então ele dependia das captações do Cid de gravação para poder fazer".

Com isso, segundo ela, Cid voltou a gravar em casa, e Roger foi trabalhar em um salão de beleza com a tia dele, deixando o local de trabalho algum tempo depois.

"Não tinha mais sociedade com a ex-mulher, mais nenhuma relação profissional com ele. Estávamos fora do país quando saiu a notícia, foi constrangedor. Eles pararam de se relacionar".

Outro processo de Roger

Fátima lembrou que, em 2008, Roger moveu processo exigindo R$ 1 milhão por danos morais, alegando falta de afeto do pai. Cid Moreira ganhou o processo, e os dois nunca mais tiveram contato.

"Sei pouco sobre isso, então nem posso falar. Sei que o Cid começou a trabalhar desde cedo. Estou assistindo essas histórias aí que tive pouco envolvimento. Está tranquilo comigo. E ele, que é mais velho, tem muitas histórias. Mas eu não tenho nada com isso, não tive tempo de ter afeto com os meninos. Agora tá processando o Cid de novo e tá falando de amor. Sinto muito por isso. Cid, 74 anos trabalhando. O Cid fez a Bíblia completa, esse rapaz ajudou com 24 CD's, pagou certinho".