Prefeito José Sarto confirma que Fortaleza vive 4ª onda da Covid-19

O gestor, entretanto, reafirmou que os sintomas estão sendo, em maioria, leve a moderados, por conta da vacina

Escrito por Redação,

Ceará
pessoa fazendo teste de covid-19 em drive-thru em fortaleza
Legenda: A Capital vive aumento de casos desde meados de maio
Foto: Thiago Gadelha

O prefeito José Sarto afirmou nesta quarta-feira (29) que Fortaleza já vive uma quarta onda de infecções por Covid-19. No entanto, ele reforçou que é um cenário "muito leve", por conta do avanço da vacinação. Pessoas com a quarta ou terceira dose sentem "sintomas leves a moderados". 

Apesar do aumento da transmissão do vírus, percebida desde meados de maio, as mortes seguem estagnadas. "Começou a aumentar um pouco o internamento, mas os sintomas muito leves. Não temos tido nenhum óbito há mais de um mês aqui em Fortaleza, por Covid", disse o chefe do Executivo Municipal. 

Sarto ainda falou sobre "Covid acidental", que ocorre quando um paciente descobre o diagnóstico durante um atendimento médico, para o qual você não foi por conta de sintomas da doença. 

"Não tinha nada, mas você tá aqui e teve acidente, chega lá [no hospital], testa pra Covid e dá positivo. É o que a gente chama de Covid acidental. Está dentro dessa estatística", comenta. 

As declarações do gestor foram feitas no ato de anúncio Central de Gestão Integrada de Videomonitoramento de Fortaleza.

Indicadores

De acordo com a plataforma IntegraSUS, da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), Fortaleza acumula, desde o começo da pandemia, 368.972 casos confirmados de Covid-19. Já óbitos, são 11.300. A letalidade da doença está em 3,1%.

Em Fortaleza, em junho, a positividade de exames é a 2ª maior do ano. A cada 100 testes esse mês, 36 são positivos. A proporção só perde para janeiro, no pico da terceira onda, quando a cada 100 testes, 52 confirmavam a doença na Capital. 

Os dados extraídos do Integrasus apontam que, em junho, até o dia 27, foram realizados 13.993 testes, dos quais 5.120 foram positivos.  A taxa de positividade está em 36,59%. No mês anterior, os casos positivos representaram 9,62% do total de 10,1 mil exames realizados em Fortaleza.