Quais são, onde vão se apresentar e quais os temas que regem as quadrilhas juninas do Ceará em 2022

Após dois anos sem ocupar presencialmente os palcos, grupos retornam com fôlego renovado às programações de São João

Legenda: As agremiações se distribuem por todo o Estado; em comum entre elas, o desejo de novamente encantar o público com o que há de melhor nesse período de festa
Foto: Helene Santos

O colorido das roupas voltou. A energia impossível de descrever também. Nunca apagado, o brilho das quadrilhas juninas passou dois anos trancado, dada a incidência do novo coronavírus. Agora ele retorna triunfante, movimentando novamente o coração de multidões Ceará adentro, de forma presencial.

Preparamos uma lista situando dez grupos, lugares de apresentação e os temas que regerão o trabalho de cada um deles. As agremiações se distribuem por todo o Estado, perfazendo Capital e interior. Em comum entre elas, o desejo de novamente encantar o público com o que há de melhor nesse período de festa.

A criatividade nunca foge do expediente dos grupos, investindo em temáticas cada vez mais importantes e em coreografias com maior apelo entre a plateia. Resultado: muitos e muitos momentos de alegria e arrebatamento. Vamos conhecer cada uma? E viva São João!


Junina Babaçu

Legenda: Com o tema “A Travessia”, o grupo desfilará figuras como Lampião e Dom Quixote
Foto: Fabiane de Paula

De Fortaleza, a quadrilha Junina Babaçu é tradicional agremiação folclórica do Estado. Uma das apresentações do grupo acontece neste domingo (19), às 21h, no Festival Estadual de Quadrilhas, em Maracanaú. Com o tema “A Travessia”, a trupe desfilará figuras como Lampião, bebendo de fontes que vão de Ariano Suassuna (1927-2014) ao principal personagem criado por Miguel de Cervantes (1547-1616), Dom Quixote. Um encanto! Mais informações sobre outras apresentações por meio do perfil @juninababacu, no instagram.

Arraiá da Juventude

Calma, esta não é uma quadrilha junina. Mas o festival promovido pela Rede Cuca, também na Capital, reúne uma porção delas. No total, 17 grupos integram as categorias adulto e infantil. Entre eles, estão Arraiá Zé Testinha, Junina Brilho do Ceará, Cangaço Nordestino, Ceará Junino, Filhos do Sertão, Arraiá do Bairro Ellery, e vários outros. Entre os infantis, se apresentam Quadrilha Cai Cai Balão, Junina Infantil Arrastapezinho do Sertão e Junina Zé Moringa. Tudo acontece entre 18 de junho e 16 de julho, sempre aos sábados, a partir das 18h, nos cinco equipamentos da Rede. Mais informações no perfil @redecucaoficial.

Império Nordestino, de Milagres

Legenda: O tema do sertão pautará a apresentação da quadrilha Império Nordestino, do município de Milagres, neste ano
Foto: Divulgação

O tema do sertão pautará a apresentação da quadrilha Império Nordestino, do município de Milagres, neste 2022. Em foco, as coisas simples que tornam o lugar o que ele é. Pessoas, lugares, tradições, músicas, linguajar, poemas: são muitos os detalhes que devem fazer parte do cortejo do grupo. Um sertão forte e resistente, de pessoas aguerridas e inspiradoras. A Império Nordestino se apresentará no Festival Estadual de Quadrilhas Juninas, dentro da programação do São João de Maracanaú, neste sábado (18), às 21h.

Arriba Saia

Legenda: O tema da Arriba Saia deste ano será O Fabuloso Circo Místico Nordestino, apresentando diversas manifestações tradicionais populares
Foto: Kid Júnior

De Várzea Alegre, no interior do Estado, a Arriba Saia percorrerá diversos festivais. A premiada quadrilha junina estará presente em Jaguaribe, Russas, Mossoró, Quixadá, Acopiara, Boa Viagem, Solonópole, Jucá, Saboeiro, Itatira, Granjeiro, Uruoca, Madalena, além da própria cidade natal. O tema deste ano será "O Fabuloso Circo Místico Nordestino", apresentando diversas manifestações tradicionais populares, a exemplo de maracatu, reisado, xilogravura, entre outros. Mais informações por meio do perfil @aac.arribasaia, no instagram.

Império Nordestino, de Paraipaba

São as rezadeiras as grandes protagonistas da quadrilha Império Nordestino, de Paraipaba. O espetáculo se inicia com uma crítica, situando o abandono da fé. Nesse movimento, a quadrilha vai dançando e os destaques (noivo, rainha e marcador) encenando uma história fictícia contemplando a temática principal. São vários os aspectos referentes a ele: a apostasia, os rituais, a empatia, o amor e, principalmente, a devoção que vem das rendeiras (cujo trabalho será referenciado a partir de elementos como terços, cruz e véu). Uma das apresentações da quadrilha é no São João de Maracanaú, neste sábado (18), às 23h.

Nação Nordestina

O brega também tem lugar no São João? Tem, sim senhor. De Juazeiro do Norte, a Nação Nordestina investirá nesse tema para encantar plateias em todo o Estado. Já de início, o grupo apresentará como o gênero musical foi incorporando outros ao longo do tempo, convidando multidões a chegar junto. Figuras como o casal mais brega do Cariri e o Rei do Brega marcarão presença. No Festival Estadual de Quadrilhas, em Maracanaú, tudo acontece neste domingo (19), às 19h. Mais informações no perfil @quadrilhanacaonordestina.

Valente Nordeste

Cinema e tradição junina. Com a temática “O Amor é Filme”, os brincantes da Valente Nordeste, de Icó, embarcam no universo da sétima arte produzida no Nordeste brasileiro, com enfoque na produção cinematográfica cearense a partir do imaginário popular. De forma lúdica e tradicional, o grupo contará uma história que se inicia no casamento matuto e percorre toda a apresentação, tendo como ápice a grande homenagem ao cinema e às produções nordestinas. Tabuleiro do Norte, Acopiara, Quixeramobim, Várzea Alegre e Jucás estão no roteiro de espetáculos. Mais informações no perfil @valente.nordeste, no instagram.

Coração Sertanejo

De volta a Fortaleza, a quadrilha junina Coração Sertanejo elegeu como tema o recomeço. Após todo o período mais denso da pandemia de Covid-19, o grupo quer refletir, por meio do som e da beleza, de que forma voltamos a festejar a vida e a cultura por meio do São João. A agremiação também promete homenagear as vítimas do novo coronavírus, por meio de números de dança específicos sobre a superação da doença. A próxima apresentação acontece neste domingo (19), em Mossoró (RN). Mais informações no perfil @junina_coracaosertanejo, no instagram.

Ceará Junino

“Dominguinhos: o xodó do Brasil” deve guiar os passos da quadrilha Ceará Junino neste ano. Prestando tributo a um dos maiores músicos do país, o grupo investe em estética apurada e coreografia certeira de modo a abraçar o talento do homenageado. As apresentações acontecem em vários locais do Ceará, e para além dele. Neste fim de semana, a quadrilha estará presente em Mossoró (RN), mas também marcará presença em endereços de Fortaleza, Região Metropolitana e interior do Estado. Mais informações no perfil @cearajunino.

Brilho do Ceará

Uma das atrações confirmadas no Arraiá da Juventude e em diversas outras praças, a quadrilha junina Brilho do Ceará tem como tema “Abracadabra”, mergulhando nos mistérios da magia. A todo vapor, a agremiação – primeiro lugar no Festival de Quadrilhas em Aracoiaba, no ano de 2019 – deve fazer o público estar cada vez mais perto do encanto proporcionado pelo São João. Mais informações no perfil @brilhodoceara, no instagram.

Você tem interesse em receber mais conteúdo de entretenimento?