Grupo Mirante de Teatro Unifor leva cultura à população durante a pandemia

O projeto Quarentena Cultural entrega um conteúdo novo diariamente. Integrantes do grupo apresentam peças, contação de histórias, poesia e música

Legenda: Grupo Mirante de Teatro Unifor durante montagem de "A Flauta Mágica"
Foto: Ares Soares

O Grupo Mirante de Teatro Unifor escreve outro importante capítulo em sua história. Criado em 1984, destaque do teatro infantil cearense, o Mirante realiza a Quarentena Cultural.

O projeto tem a missão de levar arte para o público que está isolado dentro de casa. Uma opção de entretenimento e cultura para quem encara a quarentena contra o novo coronavírus. Tem conteúdo para os públicos adulto, infantil e juvenil.

Peças, contação de histórias, recital de poesias, música, entre outras expressões, marcam presença na iniciativa. Um novo vídeo será publicado todo dia. Basta acessar a conta de Instagram do grupo. A ação será contínua. Segundo os organizadores, acontece até o fim da recomendação de isolamento social.  

Na segunda-feira (6), um total de 19 apresentações já tinham sido produzidas e compartilhadas pelos integrantes. A proposta nasceu durante uma reunião regular do grupo. "Propomos não ficar parados e, de casa, de forma criativa e segura, produzir conteúdo para ir publicando", descreve a diretora do Mirante, Hertenha Glauce.

Legenda: Conteúdo democrático, diário e aberto a todos os públicos
Foto: Reprodução Instagra/ Grupo Mirante

A primeira rodada de trabalhos foi protagonizada pelos 15 integrantes. A diversidade marca as escolhas dos conteúdos. O ator Bruno Teixeira interpretou a canção "O Tempo", de Rodrigo Cardozo e Fernando Leão, do musical "A Bela e a Fera - Ópera Rock", de 2009. 

A atriz Duda Benício fez interpretação em libras de "Fico Assim Sem Você", popular trabalho de Claudinho e Bochecha imortalizado na interpretação de Adriana Calcanhoto. A atriz Daniella de Lavor entregou uma releitura de "Monólogo das Mãos", de Giuseppe Ghiaroni.

Histórias infantis contagiam o público. O ator Jotacilio Martins contou a clássica história "O Leão e o Camundongo", de Esopo. Ildo Mota trouxe sua versão para "Os Três Porquinhos". Já ator Toni Benvenuti usou os recursos do vídeo para construir a interpretação de "O Gato", de Marina Colasanti.       

"Você sabe que nesse período de isolamento, marcado pelas trocas virtuais que já eram muito forte, recebemos muito carinho. Cada postagem, bem como a quantidade de visualizações, curtidas e comentários faz com que o grupo se sinta afagado nesse momento e com vontade de continuar produzindo", afirma. 

Futuro

Como diferentes setores da sociedade, a pandemia afetou drasticamente o campo cultural. Peças, espetáculos foram cancelados ou adiados. Após as montagens e "A Pequena Sereia" e "A Flauta Mágica", em janeiro, o Grupo Mirante de Teatro Unifor iria estrear em julho a peça "Peter Pan".

De forma virtual, a equipe segue com o cronograma de reuniões e estudos. A reorganização via redes sociais é algo muito novo para os participantes do Mirante. Além da escolha humanitária de levar arte para quem está confinado, a Quarentena Cultural pode ser um objeto de pesquisa futuro.  

"Temos no grupo pessoas ligadas à Academia. Dois mestres, integrantes com pós-graduação, pode ser que futuramente possamos transformar isso em artigo. É um fazer que está sendo construído", completa Hertenha Glauce.

Serviço

Projeto Quarentena Cultural, do Grupo Mirante de Teatro Unifor. Programação até o fim da quarentena pelo Instagram do grupo. 

 

 


Categorias Relacionadas