Dia Mundial da Fotografia é celebrado com lives, resultado de concurso e publicações virtuais

As homenagens alusivas à data retratam experiências no fazer fotográfico produzidas por artistas de diferentes regiões do País

Imagem: Divulgação
Legenda: O concurso com o tema “De onde vem a luz?” foi criado como forma de estimular o fazer artístico local em meio às complicações de uma pandemia
Foto: Divulgação

resultado do concurso de fotografia de celular do Museu da Fotografia Fortaleza (MFF), a live com o artista visual Luiz Santos, o encontro virtual da Imagem Brasil Galeria sobre registros de maracatu e as publicações de trabalhos do projeto “Por Dentro de um Tempo Suspenso” são algumas atividades locais que registram a relevância do Dia Mundial da Fotografia, comemorado nesta quarta (19). As homenagens, em formato virtual, retratam experiências no fazer fotográfico produzidas por artistas de diferentes regiões do País.

Como forma de comemorar a data e valorizar a arte, o Museu da Fotografia Fortaleza divulga, no fim de tarde, o resultado do primeiro “Concurso de Fotografia de Celular MFF”.  A exposição virtual das fotografias vencedoras  pode ser conferida de 24 a 28 de agosto no perfil do Instagram do MFF.

O foco da primeira edição deste concurso, com o tema “De onde vem a luz?” foi criado como  forma de estimular o fazer artístico local em meio às complicações de uma pandemia também fazendo refletir sobre as reais inspirações que nos cercam atualmente. “Era algo que já tínhamos vontade de fazer há bastante tempo”, explica Tomaz Maranhão, assistente administrativo no MFF e um dos idealizadores do concurso. 

Encontros virtuais

Já a live "A Fotografia e o Labirinto de Teseu", com o  fotógrafo, retratista, educador e artista visual Luiz Santos acontece às 19h. O encontro será transmitido ao vivo pelo canal do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura.

Imagem: Divulgação
Legenda: Luiz Santos falará sobre os caminhos da fotografia, desde o lambe-lambe à fotografia de smartphone
Foto: Divulgação

Na apresentação, o multartista falará sobre os caminhos da linguagem fotográfica, desde o lambe-lambe à fotografia de smartphone. O bate-papo virtual convida o público a reflexões sobre a fotografia na contemporaneidade, assim como a conhecer o processo criativo que o artista desenvolveu em casa, durante a quarentena. Luiz Santos será recebido para o bate-papo por Ícaro Souza, coordenador do Núcleo Educativo do MCC.

Também às 19h, a Imagem Brasil Galeria convida todos para a apresentação “O banquete do sagrado”, com a participação do curador Diógenes Moura (SP), fotógrafos e Marcio Santos, vice presidente do Maracatu Vozes da Africa (CE). O encontro on-line acontecerá por meio da plataforma Zoom, aberto ao público. O link de acesso à programação será disponibilizado no perfil do Instagram da galeria.

As imagens da mostra fazem parte do projeto Maracatu - Rito e Ritual, que prevê a publicação de um site representando de forma mais ampla os conteúdos e resultados dessa iniciativa. 

Os arquivos são de autoria de 21 fotógrafos que acompanharam, por dois anos, as celebrações públicas e os processos que antecedem o desfile carnavalesco, desde a confecção de fantasias e adereços nos barracões à realização dos ensaios e a apresentação ao público. Durante esse período, os artistas estabeleceram aproximações com os grupos e buscaram registrar as relações de produção criativa e de afeto entre brincantes e personagens e as performances que desempenham no ritual da festa.

Acervo da pandemia

Interessados em conferir a produção de fotógrafos nessa pandemia, especificamente, podem acompanhar ainda o projeto “Por Dentro de um Tempo Suspenso”, iniciativa dos festivais Solar Foto Festival, Foto em Pauta, Foto Rio e Doc Galeria.  Os trabalhos participantes estão sendo divulgados no perfil do Instagram de cada um dos festivais envolvidos. 

Essa é uma das imagens enviadas por Usha Velasco (DF), pertentecente à série “Impotência”.

Imagem: Usha Velasco
Legenda: Imagem da série “Impotência”
Foto: Usha Velasco

“Estas imagens reúnem recordações de sonhos e fotografias da minha cama pela manhã. Os textos falam sobre ações não concretizadas – ações ocorridas no plano do inconsciente. Para retratar a sensação de impotência que me acompanha nesta quarentena, as frases foram colocadas sobre imagens de uma realidade cotidiana onde nada acontece, uma realidade de isolamento bastante peculiar, com muito acesso a informações mas praticamente nenhuma possibilidade de aço”, confessa Usha.

Segundo o fotógrafo Tiago Santana, representante do Solar Foto Festival e organizador do “Por Dentro de um Tempo Suspenso”, o projeto nasceu em meio à pandemia causada pela covid-19 e foi desenhado pelos parceiros com a ideia de fomentar a arte nesse momento difícil para todos e incentivar o envio do material.  “Abrimos uma convocatória virtual e convidamos fotógrafos e artistas do Brasil inteiro para participar. Pedimos que cada um trouxesse sua experiência vivenciada nesse período”.   

As imagens poderiam ser captadas por um fotojornalista que estivesse na rua, em casa, no seu atelier ou estúdio.  E ainda, imagens pessoais e poéticas nas mais diversas vertentes “Nos surpreendemos com o resultado. No total foram 15.000 imagens e mais de 1.700 trabalhos recebidos de todas as regiões do Brasil, e de uma maneira muito espontânea, porque não tem nada de prêmio ou ajuda financeira”. 

A proposta é aberta. Inicialmente os idealizadores pensaram apenas em fazer um grande arquivo de imagens que retrate o olhar e o sentimento de cada artista sobre esse tempo de isolamento social. A intenção também é de que os arquivos sirvam como dados de estudo para diversos recortes de pesquisadores ou curadores. 

“Nada previamente definido, mas com projeções para divulgar esse material nos próximos  festivais, em publicações de livros. Enfim, como estamos vivendo um momento de incerteza, é muito importante termos esse arquivo e podermos difundi-lo futuramente como exposição, publicação e tudo mais”, destaca Tiago Santana.

Serviço: 

Concurso de Fotografia do Celular MFF
Divulgação do resultado: quarta-feira, 19 de agosto, no Instagram do MFF
Exposição virtual das fotografias vencedoras de 24 a 28 de agosto também no Instagram do Museu

Live [ProjetoConexões Museu] A Fotografia e o Labirinto de Teseu
Data: 19 de agosto
Horário: 19h 
Transmissão aberta: canal do Dragão do Mar no YouTube
Classificação etária: Livre
Acesso: Gratuito

“O banquete do sagrado” - Apresentação do projeto Maracatu - Rito e Ritual
Data: 19 de agosto
Horário: 19h
Programação online através da plataforma Zoom, aberta ao público e gratuita.

Projeto: “Por Dentro de um Tempo Suspenso”
Divulgação: no Instagram dos festivais @solarfotofestival @FotoemPauta @fotorio e @docgaleria

Você tem interesse em receber mais conteúdo de entretenimento?