De férias em Fortaleza? Confira alguns equipamentos culturais abertos na capital cearense

Espaços funcionam com ocupação reduzida e atendendo aos protocolos sanitários

A exposição 50 duetos é um programa cultural de Fortaleza
Legenda: A exposição "50 duetos", no Espaço Cultural Unifor, marca os 50 anos da Fundação Edson Queiroz
Foto: Ares Soares

O contexto ainda inspira cuidados, como distanciamento social, uso obrigatório de máscaras e álcool em gel. Mas, com a reabertura gradativa de atividades pelos decretos estaduais, equipamentos de cultura de Fortaleza já começam a promover algumas atividades presenciais, abertas ao público.

Abaixo, listamos algumas opções do que já está funcionando de acordo com os protocolos sanitários exigidos - ainda com uma ocupação limitada de 30% (cinemas) a 50% (museus) -, além de previsões do que deve abrir em breve.

Espaço Cultural Unifor

Duas exposições estão disponíveis para apreciação presencial: “50 duetos” e “Águas de Março”. A primeira, com curadoria de Denise Mattar, reúne  conexões entre mais de 100 obras do acervo da Fundação Edson Queiroz (FEQ), possibilitando um passeio com novas possibilidades de interação e de interpretação. 

águas de março
Legenda: Detalhes da exposição individual "Águas de Março", de Sérgio Helle
Foto: Ares Soares

Já na segunda, o artista Sérgio Helle, com curadoria de Izabel Gurgel, apresenta pinturas, instalações em técnicas variadas e infogravuras (sobre papel, sobre tecido, sobre pedra Cariri). A exposição conta com 50 obras, e também dialoga com os 50 anos da FEQ, celebrados em 2021.

Serviço
De terça a sexta-feira, das 9h às 18h, e aos sábados e domingos, das 10h às 18h. Gratuito.
Endereço: Av. Washington Soares, 1321 - Edson Queiroz. Infos: (85) 3477.3319. 

Museu da Fotografia Fortaleza

Com um dos maiores acervos fotográficos do País, o MFF destaca nesse processo de reabertura as exposições “O Olhar Não Vê. O Olhar Enxerga” e “Não Danifique os Sinais”, com curadoria de Diógenes Moura. As mostras são de longa duração, reunindo cerca de 370 obras, coloridas e em preto e branco. 

mff
Foto: Celso Oliveira

O equipamento mantém neste mês de julho uma programação híbrida, mesclando atividades presenciais e virtuais. Para uma visita guiada, o grupo interessado deve marcar um dia e um horário pelo site do Museu.

Serviço
De terça-feira a domingo, das 12h às 17h. Gratuito
Endereço: Rua Frederico Borges 545 - Varjota. Infos: (85) 3017-3661 ou museu@museudafotografia.com.br

Cineteatro São Luiz

Durante o mês de julho, serão exibidos 17 filmes em 25 sessões na faixa de programação “Clássicos São Luiz”.  Entre os títulos, estão: “Amadeus”, “Apocalypse Now: The Final Cut”, “A Vida é Bela”, “A Missão”, “Sin City - A Cidade do Pecado”, “Watchmen”, “Quadrophenia”, “O Grande Lebowski”, “Doutor Jivago”, “O Leopardo”, “A Profecia”, “O Exorcista”, “Uma Odisséia no Espaço” e “Blade Runner - O Caçador de Andróides”.

Cineteatro São Luiz
Foto: Guilherme Silva

A programação encerra no último sábado (31/7), com a “Maratona Indiana Jones” em homenagem aos 40 anos do primeiro lançamento da saga (1981), franquia criada por George Lucas e dirigida por Steven Spielberg. Os filmes a serem exibidos são: “Indiana Jones e os Caçadores da Arca Perdida”, “Indiana Jones e o Templo da Perdição” e “Indiana Jones e a Última Cruzada”.

Serviço
De quintas-feiras a sábados de julho. Gratuito. 
Confira programação completa e protocolos de biossegurança.
Endereço: Rua Major Facundo, 500 - Centro

Cinema do Dragão do Mar

Os filmes “First Cow”, “Alvorada” e “Druk” marcam a retomada das sessões presenciais da sala 2 do Cinema do Dragão do Mar, com ocupação restrita a 60 pessoas (30% da capacidade). As sessões do Cinema Virtual e a programação no YouTube seguirão acontecendo.

cinema do dragão
Foto: Luiz Alves

Estão previstos ainda para o mês de julho os filmes “Chico Ventania também queria ter um submarino”, “Migliaccio – O Brasileiro Em Cena”,  “O Charlatão”, “Pedro E Inês: O Amor Não Descansa”, entre outros títulos.

Tanto a sala de cinema 1 como os demais espaços do Dragão do Mar, a exemplo dos cafés, planetário, museus e áreas comuns ainda não estão liberados. A retomada deve acontecer conforme a situação epidemiológica do estado, e, enquanto isso, os equipamentos seguem com programação virtual.

Serviço
De terça a domingo. Horários disponíveis na bilheteria on-line.
Endereço: Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura (Rua Dragão do Mar, 81 – Praia de Iracema). Ingressos: R$ 16 (inteira) e R$ 8 (meia) à venda na bilheteria do Cinema do Dragão (14h às 20h) e no site Ingresso.com. Na terça-feira, o acesso tem valor promocional por R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia).

Centro Cultural Casa do Barão de Camocim 

Apesar de ainda não estar aberta ao público, a casa já tem data para receber o 72º Salão de Abril: 29 de julho. Com 78 anos de existência, em 2021, o evento de artes plásticas presta uma homenagem ao artista sobralense Raimundo Cela. As inscrições para os interessados em expor, aliás, estão abertas até quarta-feira (7/7).

Serviço
Abertura prevista: 29 de julho, com o 72º Salão de Abril
Endereço: Rua General Sampaio, no 1632 - Centro

Além de julho

A maioria dos equipamentos ainda está elaborando um plano de retomada para atividades presenciais.

É o caso dos museus do Dragão do Mar, com reabertura prevista para agosto, a Vila das Artes, que estima retomar em setembro, e as bibliotecas municipais e estadual, que ainda não apresentaram uma data, mas já estão com funcionamento autorizado pelo decreto anunciado em 11 de junho.

Vale lembrar que a programação virtual ainda é a realidade da maioria dos espaços culturais da cidade.

 
 
 
 
 
Você tem interesse em receber mais conteúdo de entretenimento?