Alimentação e ansiedade: descubra quais alimentos podem ajudar a combatê-la

A indicação nutricional é evitar doces industrializados, bebidas energéticas e embutidos

Legenda: Alimentos ricos em fibras são indicados no combate da ansiedade
Foto: Divulgação

A ansiedade é algo presente na rotina de milhares de pessoas e, quando excessiva, pode interferir na saúde física e mental de quem apresenta, inclusive na alimentação, já que uma compulsão alimentar pode ser desenvolvida. 

A nutricionista Cintya Bassi explica que nesses casos é comum recorrer aos alimentos como uma válvula de escape. "É comum pensarmos que somos merecedores da comida após enfrentarmos algum problema. Esses alimentos funcionam como ‘comfort food’ (comida de conforto), trazendo um alívio imediato às sensações ruins”, conta. 

Entre os alimentos que devem ser evitados estão os que têm efeito estimulante no organismo, como refrigerantes, energéticos, bebidas alcoólicas, chá preto e café, além de doces industrializados, salsichas e embutidos. 

Outra recomendação da nutricionista é reduzir o consumo de carne vermelha, que possui substância produtora de adrenalina, que causa agitação. 

É importante, portanto, buscar alimentos que combatam os sintomas, como a jabuticaba e a uva que são ricas em vitaminas do complexo B e ajudam no bom funcionamento do sistema nervoso. 

Confira outros alimentos liberados:

1. Acelga e espinafre: ricos em magnésio, o que estimula no cérebro a sensação de tranquilidade.

2. Frutas vermelhas: amoras, framboesa, cerejas e outras frutas vermelhas, bem como algumas especiarias, como o gengibre são antioxidantes e reduzem os níveis de cortisol combatendo a ansiedade.

3. Lentilha, feijões e aspargos: ricos em ácido fólico atuam no sistema nervoso e ajudam a evitar a depressão colaborando para a produção de serotonina no cérebro.

4. Banana: tem alto teor de triptofano, que também ajuda na produção de serotonina e, portanto, contribui para reduzir sintomas de depressão e ansiedade.

5. Probióticos: alimentos como iogurtes e vegetais em conserva são ricos em probióticos, que melhoram a saúde do intestino e reduz a ansiedade.

6. Alface: possui uma substância chamada lactucina, com ação calmante, e ácido fólico, vitamina cuja deficiência se associa à depressão.

7. Fibras: para manter em ordem os níveis de serotonina, hormônio ligado ao prazer, é importante que o intestino funcione bem, em que grande parte da substância é produzida. Por isso, consuma alimentos ricos em fibras e água para auxiliar o funcionamento.