Homem encontrado morto em pousada de Fortaleza sofreu infarto, diz Pefoce

A vítima estava no Ceará a negócios e teve um mal súbito

Perícia Forense
Legenda: Pefoce identifica que causa da morte do homem encontrado sem vida em uma pousada no bairro Serrinha, foi mal súbito
Foto: Leábem Monteiro

A causa da morte do homem de 51 anos, encontrado sem vida em uma pousada no bairro Serrinha, em Fortaleza, na quarta-feira (15), foi mal súbito causado por um infarto agudo do miocárdio. Foi o que identificaram os médicos legistas da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce). A conclusão foi divulgada nesta quinta (16).

Natural do Paraná, o homem identificado como Luiz Dias estava hospedado na pousada desde a noite da terça-feira (14). O caso foi classificado inicialmente como "morte suspeita", já que a Pefoce havia indicado que o crânio do homem estava afundado e com marcas de pancadas, o que caracterizaria um homicídio. 

Após procedimento de avaliação das lesões, o corpo da vítima foi analisado pela equipe de médico perito legista e auxiliares de perícia da Coordenadoria de Medicina Legal (Comel), que chegou a essa conclusão. 

Histórico familiar

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informou, também, que a esposa e o filho do comerciante vieram à Fortaleza e, em depoimento ao Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), confirmaram que ele possuía histórico de doença cardíaca na família.

Os parentes explicaram que Luiz veio a negócio para a Capital cearense. Ele comercializava madeira com um empresário na cidade de Beberibe (Litoral Leste). E procurava se hospedar mais próximo ao aeroporto de Fortaleza para facilitar o retorno ao Paraná.

Ainda conforme a SSPDS, nenhum bem da vítima foi subtraído, tendo sido encontrados aparelho celular, cartão de crédito e cheques, resultante da negociação que o homem veio fazer no Estado.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança