Touro dourado da B3 é alvo de ato contra a fome em São Paulo

O protesto ocorre menos de 24 horas após a instalação da obra

Escrito por Redação,

Negócios
Manifestante colando adesivo
Legenda: O ato ocorreu na manhã desta quarta (17)
Foto: Reprodução / @fogonopaviobr

Menos de 24 horas após a inauguração, a escultura do "Touro de ouro"  amanheceu sob protesto reivindicado pelo coletivo Juventude Fogo no Pavio. Na manhã desta quarta-feira (17), o grupo adesivou a palavra “fome” ao monumento, em frente a prédio da Bolsa de Valores (B3), em São Paulo. 

Nas redes sociais, o coletivo disse que a intervenção agora mostra “a marca do Brasil de Bolsonaro”. 

Instalada nesta terça-feira (16), a obra foi financiada pela B3 em parceria com o economista e educador financeiro Pablo Spyer, idealizador da escultura. O valor do produto, contudo, não foi divulgado. 

Touro do Ouro no centro de são paulo
Legenda: Touro tem 5,10 metros de comprimento, três de altura e dois de largura
Foto: Divulgação/B3

O touro dourado pesa uma tonelada, tem cinco metros de comprimento e três metros de altura. A instalação do monumento gerou repercussão nas redes sociais pela escolha em meio à crise econômica da qual o País atravessa.

“Nesta semana, a Bolsa de Valores instalou a estátua do Touro de Ouro no Centro de São Paulo. O que para eles simboliza a força do mercado financeiro, para nós é um símbolo da fome, da miséria e da superexploração do trabalho. Mas, também, é um lembrete de que continuaremos na luta por uma vida com dignidade. E é por isso que hoje fizemos essa ação simbólica de protesto”, disseram os manifestantes. 

Veja:

 

Telegram

Antes de ir, que tal se atualizar com as notícias mais importantes do dia? Acesse o Telegram do DN e acompanhe o que está acontecendo no Brasil e no mundo com apenas um clique: https://t.me/diario_do_nordeste