Sebrae/CE incentiva a retomada dos pequenos negócios e garante início da recuperação do segmento

Em 2020, com a disseminação do novo coronavírus, o Sebrae Ceará reformulou ações e dirigiu esforços para o auxílio à retomada econômica das pequenas e microempresas

Legenda: Até outubro deste ano, a entidade realizou mais de 25 mil atendimentos on-line
Foto: Divulgação

Em um ano de dificuldades para todos os setores, o Sebrae passou nove meses lutando pela sobrevivência e recuperação das micro e pequenas empresas brasileiras atingidas pela pandemia global. Com a rapidez das medidas adotadas, a instituição foi decisiva, em todo o País, na recuperação dos pequenos negócios que conseguiram sair de um milhão de demissões no início da pandemia para a retomada do faturamento, dos empregos e da descoberta de se reinventar das pequenas empresas.

Aqui no Ceará, com os pequenos negócios representando 93,9% das empresas formalizadas, a instituição, desde o primeiro momento, se organizou para adaptar seu atendimento de forma a facilitar o acesso dos empreendedores.  Um dos pilares desta atuação foram os atendimentos on-line, tanto para cursos quanto para consultorias e orientação dos empreendedores.

Em relação aos atendimentos, até outubro deste ano foram realizados 25.930, todos on-line. Já na área de formação, foram 84.796 matrículas em cursos da instituição como Marketing digital, Gestão financeira, Atendimento ao cliente, Gestão de pessoas e na ferramenta Aprender a empreender.

Diretor Técnico do Sebrae Ceará, Alci Porto, que participou, junto com diretores, técnicos e colaboradores, da elaboração e execução desse trabalho, reforça que foi algo inerente ao objetivo primordial da instituição, que é de auxiliar as pequenas empresas, responsáveis por 50,3% dos empregos com carteira assinada do Estado. “Imbuídos desse propósito, organizamo-nos imediatamente numa operação que tem mobilizado todo o corpo técnico da instituição, e passamos a nos revezar no atendimento aos empreendedores, em todas as mídias sociais, ampliando, inclusive, o nosso horário de atendimento.”

Resultado desse esforço, até novembro, assegurou 50.168 pequenos negócios atendidos. Desse número, 35.790 foram referentes a Microempreendedores Individuais (MEIs), 11.913 para microempresa e 2.465 para empresas de pequeno porte

“Nessa jornada on-line, não deixamos um único empreendedor sem resposta, apoio ou esclarecimento. Estamos enfrentando essa crise com informações estratégicas e um portfólio de soluções que inclui serviços digitais, cursos on-line, lives, vídeos, tutoriais, consultorias, chats, e-mail, WhatsApp, plataforma de ensino à distância, Youtube e através da Central de Relacionamento Sebrae Ceará. Tudo gratuito, com agendamento ou atendimento imediato”, pontua Alci. 

Revita Ceará

Além dessas ferramentas, foi idealizado uma nova forma de reestruturar negócios afetados pela pandemia: o Revita Ceará que atua por meio de consultorias, para trazer estratégias que reduzam o impacto financeiro nos negócios. O projeto está em todas as regiões do Estado, com parcerias diretas com alguns municípios como a elaboração do plano de retomada das atividades econômicas da Rota das Falésias e Rota das Emoções, ambas direcionadas ao turismo.

O Revita também esteve próximo a profissionais do ramo de agricultura familiar e da economia criativa, setores fortemente impactados pelo período de suspensão das atividades atingidas pela disseminação do coronavírus. O mesmo aconteceu com ações no segmento da gastronomia, com o Festival Sabores do Ceará, realizado em Fortaleza e Sobral. Na Capital, o evento injetou mais de R$ 2 milhões na economia. 

Projetos de incentivo à prática empreendedora, como o Desafio Startup, Semana Global do Empreendedorismo e Mulheres que Movimentam foram outras ações realizadas pelo Revita Ceará, além do apoio a eventos de parceiros do Sebrae. 

“Agora, devidamente estruturados e já familiarizados com o novo cenário, nos preparamos na certeza de que o apoio aos pequenos negócios nesse momento ainda de crise é, mais que nunca, a razão de ser do Sebrae Ceará, e o nosso orgulho maior como instituição,”, encerra Alci Porto. 

Dados Sebrae/CE 2020

  • 52% de aumento no número de atendimentos; 
  • 137.251 pessoas alcançadas pelas mídias sociais;
  • 1.714 matrículas em cursos efetivadas via Whatsapp;
  • 31.500 usuários no Portal Sebrae Ceará;
  • Aumento de 208% na Central de Atendimento, totalizando 2.042 consultas.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios