Restaurantes que receberam conta de água de março não precisam pagar, diz presidente da Cagece

Neuri Freitas também afirmou que, até o dia 19 de março, será apresentado um aplicativo que vai informar quais estabelecimentos serão beneficiados com a quitação da conta de água

Restaurantes
Legenda: Pacote do Estado beneficia o setor de restaurantes
Foto: Fabiane de Paula

O Governo do Estado havia anunciado que as contas de água de março, abril e maio de todos os estabelecimentos de alimentação fora do lar serão bancadas pela gestão estadual. No entanto, Neuri Freitas, presidente da Cagece, esclareceu, hoje (10), que os locais que, porventura, já receberam a conta de março não devem efetuar o pagamento.

“Como nós já estamos no mês de março e já temos 10 dias de faturamento, muitos já devem ter recebido suas contas com valores, mesmo sendo desse segmento de bares e restaurantes. Mas eles não precisam pagar porque essas contas serão refaturadas e serão entregues para eles com o valor zero”, informou Neuri. 

Aplicativo para atualização de cadastro 

Além disso, Neuri Freitas também afirmou que, até o dia 19 de março, será apresentado um aplicativo que vai informar quais estabelecimentos estão sendo beneficiados com a quitação da conta de água. Alguns bares e restaurantes, diz ele, podem ter problemas cadastrais e o aplicativo deve ajudar a regularizar a situação. 

“Aqueles clientes que acharem que não estão sendo beneficiado por alguma falha cadastral, já que precisa atualizar cadastro, nós também vamos disponibilizar uma opção e esses clientes serem beneficiados”, explicou Neuri. 

Conta de água paga para famílias de baixa renda 

Nesta terça-feira, o Governo do Ceará anunciou que custeará a conta de água de famílias de baixa renda nos próximos dois meses. A tarifa de contingência também estará suspensa para esse grupo da Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). 

Segundo o governador Camilo Santana, 379.114 famílias que consomem até 10 mil metros cúbicos de água pela Cagece serão beneficiadas nas contas de abril (referente ao consumo de março) e maio (referente ao consumo de abril). Já a cobrança da tarifa de contingência será suspensa para 236.090 famílias.

 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios