Prorrogação do Auxílio Emergencial até 2023 pode ser somente para beneficiário do Bolsa Família

O pagamento da última parcela do benefício deve encerrar ainda em outubro

Auxílio Emergencial
Legenda: O plano é estipular o pagamento de cerca de R$ 250 mensais somado aos valores que as famílias já recebem pelo programa social
Foto: Fabiane de Paula/SVM

O Auxílio Emergencial deve ter fim ainda em outubro com o pagamento da última parcela. Já o Auxílio Brasil, possível sucessor do Bolsa Família, não teve uma solução aprovada. Por isso, auxiliares próximos ao presidente Jair Bolsonaro avaliam prorrogar o auxílio emergencial até janeiro de 2023 apenas para beneficiários do Bolsa Família.

A medida busca uma saída para turbinar os pagamentos aos beneficiários de programas sociais do governo até o fim de 2022, visando a campanha eleitoral, já que o Bolsa Família representa 14,6 milhões de famílias brasileiras. 

Além disso, o plano é estipular o pagamento de cerca de R$ 250 mensais somado aos valores que as famílias já recebem pelo programa social, no prazo de um ano. 

CALENDÁRIO DA 7ª E ÚLTIMA PARCELA DO AUXÍLIO EMERGENCIAL

Nascidos em

  • Janeiro: 20/10
  • Fevereiro: 21/10
  • Março: 22/10
  • Abril: 23/10
  • Maio: 23/10
  • Junho: 26/10
  • Julho: 27/10
  • Agosto: 28/10
  • Setembro: 29/10
  • Outubro: 30/10
  • Novembro: 30/10
  • Dezembro: 31/10

Confira o calendário da 7ª parcela do Auxílio Emergencial para o Bolsa Família

Mês de outubro

  • Final do NIS 1: 18/10
  • Final do NIS 2: 19/10
  • Final do NIS 3: 20/10
  • Final do NIS 4: 21/10
  • Final do NIS 5: 22/10
  • Final do NIS 6: 25/10
  • Final do NIS 7: 26/10
  • Final do NIS 8: 27/10
  • Final do NIS 9: 28/10
  • Final do NIS 0: 29/10

Valores do auxílio emergencial 2021

O governo considera a composição familiar na hora de conceder o novo auxílio emergencial. Confira abaixo as novas faixas de pagamento:  

  • Auxílio emergencial de R$ 375: valor pago às mulheres chefes de família.   
  • Auxílio emergencial de R$ 250: esse é o valor médio e será destinado às famílias com duas ou mais pessoas, exceto daquelas com mães chefes de família.  
  • Auxílio emergencial de R$ 175: destinado às famílias compostas por apenas uma pessoa.  

Quais os critérios de renda familiar? 

Assim como no ano passado, os critérios de renda familiar por pessoa ficam entre meio salário mínimo (R$ 550) até três salários mínimos (R$ 3,3 mil) no total, somando as rendas de todos os membros da família.  

Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios